Jornal do Brasil

Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

País - Sociedade Aberta

Jornada Diocesana da Juventude

“O Todo-Poderoso fez em Mim maravilhas”

Jornal do BrasilDom Orani Tempesta

No Domingo de Ramos, além da abertura da Semana Santa e do encerramento da Campanha da Fraternidade com a Coleta Nacional da Solidariedade, nós comemoramos também a Jornada Mundial da Juventude anual em âmbito (arqui)diocesano, e que, por isso, leva o nome de Jornada Diocesana da Juventude. O Papa, a cada ano nos envia o tema para ser aprofundado nesse domingo. A cada três anos (aproximadamente) ocorrem as Jornadas Mundiais da Juventude (em âmbito internacional).

Eis alguns elementos presentes na mensagem do Papa Francisco aos jovens por ocasião desta XXXII Jornada Mundial (Diocesana) da Juventude. O Santo Padre começa sua mensagem fazendo uma lembrança do encerramento da XXXI Jornada Mundial da Juventude ocorrida em Cracóvia, na Polônia, e onde foi anunciado que o próximo país a acolher a JMJ será o Panamá, em 2019.

No Panamá, o tema central será a respeito da Virgem Maria. Nessa bela caminhada, vai nos acompanhar a Virgem Maria, Aquela que todas as gerações chamam Bem-Aventurada (cf. Lc 1,48). O Papa pediu aos jovens: “sempre vivas na jovem Mulher de Nazaré, aparecem claramente expressas nos temas escolhidos para as próximas três JMJ. Neste ano (2017), refletiremos sobre a fé de Maria, quando disse no Magnificat: “O Todo-Poderoso fez em Mim maravilhas” (Lc 1, 49). O tema do próximo ano (2018) – “Maria, não temas, pois achaste graça diante de Deus” (Lc 1, 30) – far-nos-á meditar sobre a caridade, cheia de coragem, com que a Virgem acolheu o anúncio do anjo. A JMJ de 2019 inspirar-se-á nas palavras “Eis a serva do Senhor, faça-se em Mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 38), a resposta de Maria ao anjo, cheia de esperança” (Retirado do site: http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/messages/youth/documents/papa-francesco_20170227_messaggio-giovani_2017.html. Último acesso em: 01/04/2017).

A presente mensagem do Papa, “O Todo-poderoso fez em Mim maravilhas” (Lc 1, 49), traz presente alguns subtítulos: 1- O nosso tempo não precisa de “jovens-sofá”, 2- O Todo-poderoso fez em Mim maravilhas, 3- Ser jovem não significa estar desconectado do passado, 4- Como permanecer conectado, seguindo o exemplo de Maria, 5- Fidelidade criativa para construir tempos novos.

1- O nosso tempo não precisa de “jovens-sofá”

O Papa aqui reflete o Evangelho de Lucas, quando Maria, depois de ter acolhido o anúncio do anjo respondendo “sim” à vocação de Se tornar mãe do Salvador, levanta-Se e vai, apressadamente, visitar a prima Isabel, que está no sexto mês de gravidez (cf. 1, 36.39). Maria é o exemplo para todos os jovens, pois ela, enquanto jovem, vai até a casa de sua prima e se coloca à disposição para ajudá-la, ou seja, Maria não é acomodada. “Maria não é daquelas pessoas que, para estar bem, precisam dum bom sofá onde ficar cômodas e seguras. Não é uma jovem-sofá! (Cf. Discurso na Vigília, Cracóvia, 30/VII/2016). Vendo que servia uma mão à sua prima idosa, Ela não perde tempo e põe-Se imediatamente a caminho”. (Retirado do site: http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/messages/youth/documents/papa-francesco_20170227_messaggio-giovani_2017.html. Último acesso em: 01/04/2017).

2- O Todo-Poderoso fez em Mim maravilhas

Aqui vemos a atitude de Maria no Cântico do Magnificat (Lc 1,46-55). “O cântico duma jovem cheia de fé, consciente dos seus limites, mas confiante na misericórdia divina. Esta mulher corajosa dá graças a Deus, porque olhou para a sua pequenez e também pela obra de salvação que realizou no povo, nos pobres e nos humildes. A fé é o coração de toda a história de Maria. O seu cântico ajuda-nos a compreender a misericórdia do Senhor como motor da história, tanto a história pessoal de cada um de nós como a da humanidade inteira”. (Retirado do site: http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/messages/youth/documents/papa-francesco_20170227_messaggio-giovani_2017.html. Último acesso em: 01/04/2017).

3- Ser jovem não significa estar desconectado do passado

Fazer memória do passado é útil também para acolher as intervenções inéditas que Deus quer realizar em nós e através de nós. E ajuda a abrir-nos para sermos escolhidos como seus instrumentos, colaboradores dos seus projetos salvíficos. Também vós, jovens, podereis fazer maravilhas, assumir responsabilidades enormes, se reconhecerdes a ação misericordiosa e omnipotente de Deus na vossa vida”. (Retirado do site: http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/messages/youth/documents/papa-francesco_20170227_messaggio-giovani_2017.html. Último acesso em: 01/04/2017).

4-  Como permanecer conectado, seguindo o exemplo de Maria

O exemplo de Maria une bem ação e oração. Por isso, devemos olhar para ela e ver o exemplo de cristã. Mulher que rezou na vida, em vida e com a vida. Este deve ser o exemplo para todos os jovens.

5- Fidelidade criativa para construir tempos novos

O Papa pediu aos jovens para não se perderem na cultura imediatista que temos. “Não vos deixeis enganar! Deus veio ampliar os horizontes da nossa vida, em todas as direções. Ele ajuda-nos a dar o devido valor ao passado, para melhor projetar um futuro de felicidade: mas isto só é possível, se se viverem experiências autênticas de amor, que se concretizam na descoberta da vocação do Senhor e na adesão a ela. E isto é a única coisa que nos torna verdadeiramente felizes”. (Retirado do site: http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/messages/youth/documents/papa-francesco_20170227_messaggio-giovani_2017.html. Último acesso em: 01/04/2017).

Aqui na cidade do Rio de Janeiro, a Jornada Arquidiocesana da Juventude acontecerá no sábado, como de praxe, neste ano, dia 8 de abril, e terá como tema aquele que o Papa escolheu: “O Poderoso fez para mim coisas grandiosas” (Lc 1, 49). Este tema para recordar que neste ano no Brasil, de modo muito especial, estamos celebrando os 300 anos do encontro da imagem da “Mãe Aparecida” nas águas do Rio Paraíba. A concentração será às 13h30min na entrada da Catedral, na Av. Chile, no Centro da cidade, onde o cônego Cláudio dos Santos, que é pároco, acolherá os jovens. A bênção dos ramos será dada no início do evento. Em seguida, os jovens seguirão em procissão pelas ruas do Centro até a Igreja da Candelária, onde irei presidir a Santa Missa. Haverá, também, animação e pregações.

Dirijo um convite muito especial a todas as expressões jovens de nossa Arquidiocese e a todos os jovens que nesta cidade caminham, para participar desse momento, com um belo testemunho pelas ruas centrais da cidade, dirigindo-se à casa de Maria, Candelária, para celebrarmos a Missa por ocasião da XXXII Jornada da Juventude, agradecendo ao Senhor pelas maravilhas que faz na vida de nossa juventude e nos dispondo a continuar sendo sinais de Cristo no mundo de hoje.

Que abramos nossos corações e vida a Cristo, sem medo! Peçamos a Maria que nos leve ao Seu Filho, Nosso Salvador. Que este dia seja repleto de graça e paz. Deus abençoe a todos!

Orani João, Cardeal Tempesta, O.Cist.

Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

 

Tags: artigo, católica, dom orani, igreja, rio de janeiro, sociedade aberta

Compartilhe: