Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

País - Sociedade Aberta

Uma imagem vale mais que mil palavras?

Jairo Bouer*

Na hora de postar fotos em seu perfil nas redes sociais, cuidado!  As imagens que você usa e a forma que a postagem toma podem mostrar muito mais do que apenas sua aparência. Um novo trabalho inglês, publicado na edição de agosto da revista especializada Computers in Human Behavior, afirma que os posts podem revelar também o seu jeito de ser e de se comportar.

Pessoas mais extrovertidas tendem a postar um grande número de fotos e imagens, muito mais do que os introvertidos (o que não é difícil de imaginar), mas a surpresa dos pesquisadores foi descobrir que pessoas com traços neuróticos do comportamento (que são mais inseguras e ansiosas e necessitam de aceitação repetida por parte dos outros) também tendem a exagerar no número de fotos.

Os extrovertidos tendem a mudar com mais frequência sua foto de perfil. Já os neuróticos acumulam mais e mais imagens. Para eles, as redes sociais podem funcionar como uma espécie de tábua de salvação, onde poderiam depositar boa parte de sua esperança emocional. Os posts repetidos seriam uma tentativa de chamar a atenção e de se sentir mais popular e atraente.

O trabalho ainda mostra que pessoas mais organizadas e metódicas tendem a postar mais fotos em álbuns temáticos (além daqueles espaços destinados pelas redes sociais à publicação das fotos do perfil) do que pessoas mais tranquilas e relaxadas. É como se elas também precisassem catalogar as etapas da sua vida.

Moral da história: uma das recomendações que se fazem quando a pessoa monta seu perfil em sites de relacionamento, como o ParPerfeito (www.parperfeito.com.br), é caprichar na escolha das imagens, orientação que continua mais do que válida. Mas exagerar no número de fotos, trocar com muita frequência as imagens, catalogar álbuns demais, pode acabar passando um recado para seu futuro pretendente de que você anda ansioso e inseguro demais.

O melhor é escolher bem as fotos, de forma que elas representem bem quem você é e o que se sente. Além da roupa, do olhar, do corpo e da postura corporal, as imagens e a quantidade delas podem revelar coisas a seu respeito, que nem você, nem os outros, tinham percebido. Fique ligado!

 

* Jairo Bouer, consultor de relacionamento do ParPerfeito e comunicador, é médico psiquiatra.

 

Tags: aberta, bouer, coluna, jairo, Sociedade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.