Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

País - Sociedade Aberta

Férias: onde curtir o inverno com crianças?

Henrique Mol*

A tríade inverno, edredom e casais é um roteiro um tanto quanto previsível — muito característica desta época, em que os lugares mais frios do Brasil e do exterior recebem os apaixonados em lua de mel.  Mas, como diz o velho ditado: Quem casa, quer casa e, na maioria das vezes, filhos também.

Depois de algum tempo, os casais aficionados pelo friozinho precisam adaptar o seu roteiro à presença das crianças. Nessa combinação — vinho, gastronomia requintada, fondue e turismo de apreciação — podem entediar os pequenos. Porém, se pensarmos em outra máxima — a neve povoa o imaginário das crianças —temos o Papai Noel, as Crônicas de Nárnia, os bonecos de neve.

No quesito versatilidade, com atrações que agradam à família inteira, destaco Gramado.  A cidade está localizada no estado do Rio Grande do Sul, a 125km da capital, Porto Alegre, e 70km de Caxias do Sul, ambas possibilidades de desembarque, de onde saem ônibus que fazem o trajeto até Gramado.

Na cidade, a SnowLand, primeiro parque de neve indoor das Américas, fará as vezes de Nárnia, para as crianças, um vilarejo alpino ao sopé de uma montanha de neve. O parque dispõe de atividades para todas as idades, como esqui, snowboard,airboard e tubing. Além de entretenimento, o espaço ainda faz aflorar o interesse das crianças ao se depararem com as réplicas, que se movimentam e emitem sons de animais que viveram há 10 mil anos. Depois das atividades, é possível comer ali mesmo, no restaurante à la carte, e providenciar os suvenires dos que ficaram nas inmeras lojas do Vilarejo Alpino.

Outra singularidade de Gramado é a Aldeia do Papai Noel, cuja interação dos seus elementos cria um cenário de aconchego e magia que não perde em nada para o imaginário das crianças. A começar pela casa do “Bom Velhinho”, em estilo bávaro, em que todos os cômodos são decorados com motivos natalinos. A Fábrica de Brinquedos é onde são produzidos os brinquedos que serão distribuídos no Natal. O Monorail faz a conexão entre a Fábrica de Brinquedos e a Casa do Papai Noel. Ele proporciona uma bela vista de Gramado, e faz lembrar as crianças que as renas, que também estão presentes no parque, são apenas o que elas imaginam ser um resquício da antiga locomoção do Papai Noel.

No cenário internacional, recomendo fortemente Pucón, no Chile, cujo acesso mais próximo se faz pelo aeroporto de Temuco, de onde saem ônibus que fazem conexão com aquela cidade. Pucón gira em torno de atividades de turismo de aventura, e as empresas do ramo cobrem de ponta a ponta a sua avenida principal. E, nesses centros turísticos, o principal atrativo: um vulcão ativo, coberto de neve e esbaforindo fumaça, com a empáfia de um protagonista que pode ser visto de todos os cantos da cidade e escalado! De julho a setembro, há escolas de esqui para crianças nas encostas do vulcão, o chamado Centro de Ski Pucón. Além disso, há tours que encobrem a praia negra de areia vulcânica e grossa, termas, o lago caburgua (de um azul vibrante difícil de descrever) e muito mais.   

São lugares que dispensam recomendações e que abundam em atrações. A “cereja do bolo” fica por conta dos inúmeros restaurantes com cardápios internacionais, em ambas as localidades, e regados a muito bom vinho. Então, saúde e boa viagem!

Henrique Mol é especialista em turismo e sócio-fundador da Encontre Sua Viagem, franquia de turismo.

Tags: aberta, coluna, henrique, mol, Sociedade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.