Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

País - Sociedade Aberta

Programa social

Gutman Uchôa de Mendonça

O maior programa social estimulado pelo PT se chama Bolsa Família, com um quarto da população brasileira (50 milhões) dependente dos seus recursos, onde são consumidos anualmente (orçamento de 2013) R$ 24 bilhões; o segundo programa, que também agrega muita gente (12,2 milhões) é o Farmácia Popular e Saúde não Tem Preço, com um consumo anual de R$ 3,3 bilhões; o terceiro, Minha Casa Minha Vida tem 7 milhões de beneficiados e um orçamento ( 2013) de R$ 73,2 bilhões; o quarto, é o Pronatec  (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), com 5,7 milhões de inscritos e com orçamento de R$ 2,4 bilhões para 2013; vem em seguida o Renda Mensal Vitalícia e Ben efício de Prestação Continuada, abrigando 2 milhões de idosos e 1,8 milhões de pessoas deficientes, com orçamento para 2013 da ordem de 

R$ 33 bilhões; temos depois o Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), para dar dinheiro aos chamados sem terra, para não trabalhar, com 3,5 milhões de beneficiados e que teve um orçamento para 2013 da ordem de R$ 21 bilhões; temos a  seguir o FIES ( Fundo de Financiamento Estudantil (talvez o único importante), com 1,1 milhão de pessoas, com empréstimos ativos em 2013, consumindo um orçamento de 

R$ 7,5 bilhões; temos o PROUNI (Programa Universidade para todos, com 517 mil matriculas ativas em 2013, consumindo um orçamento de R$ 814 milhões; temos o Bolsa Pescador ( uma das mais vergonhosas distribuições de dinheiro público), com 714 mil beneficiados em 2013 e gasto de R$ 1,9 bilhão.

No conjunto nacional, esses programas beneficiam, direta e indiretamente 36% da população nacional, ou seja, 72,7 milhões de pessoas, sendo que um terço da população faz parte do Bolsa Família, Bolsa Pescador e Luz Para todos, vindo ainda, a reboque, o programa de assistência prisional, onde o bandido brasileiro recebe uma pensão para ajudar no sustento de sua família.

 

Tags: Artigo, benefício, economia, Governo, programa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.