Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

País - Sociedade Aberta

Vaias a Dilma desenharam espetáculo degradante

João Baptista Herkenhoff*

As vaias à presidente da República, na abertura da Copa do Mundo, desenharam um espetáculo degradante.

Considero absolutamente legítimo não apoiar a presidente. Na Democracia todas as opiniões devem ser respeitadas.Entretanto, vaiar com palavrões, que revelaram a falta de educação dos que vaiavam, só contribuiu para envergonhar o Brasil.

O episódio pode levar os que visitam nosso país a uma conclusão equivocada. Podem supor que aquela gente que vaiava e xingava seja o espelho da populacão do país. Na verdade, trata-se de uma suposta elite que conseguiu comprar ou ganhar ingressos para entrar no recinto. São pessoas que têm dinheiro, mas dinheiro não compra educação. Educação vem do berço.

Do lar humilde do trabalhador honesto brotam seres humanos educados e respeitadores.

Do palacete do rico sem princípios nascem indivíduos destinados ao consumo de drogas caras, à prática dos crimes de colarinho branco e à falta de compostura para viver em sociedade.

* João Baptista Herkenhoff, juiz de direito aposentado, é livre-docente da Universidade Federal do Espírito Santo. - jbherkenhoff@uol.com.br

 

Tags: aberta, baptista, coluna, herkenhoff, Sociedade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.