Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

País - Sociedade Aberta

Pentecostes é a vida sob a ação do Espírito Santo

Padre Márcio do Prado*

A Igreja recorda Pentecostes neste domingo — exatamente 50 dias após a Páscoa do Senhor. Desde os primórdios, os padres da Igreja ensinam que esta solenidade nasceu no Espírito Santo doado por Cristo no alto da cruz, e também no Cenáculo em Pentecostes. O Pentecostes, narrado no livro dos Atos dos Apóstolos, capítulo 2, é o mais famoso relato sobre sua vinda. Portanto, a Igreja nasceu no Espírito Santo, é movida, sustentada e guiada por Ele. O Pai ama por meio do Filho (Jo 10,17) e derrama o seu Espírito, o Defensor, para que permaneça com os seus (Jo 14,16), ou seja, é um dom de Deus para toda a humanidade.

O Espírito Santo é invocado nos sacramentos. E como é maravilhoso perceber que, nas fases da vida cristã, recebemos essa força do Senhor! No batismo, somos batizados em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Quando somos perdoados no sacramento da penitência, somos perdoados pelo Espírito enviado do Pai e do Filho, e assim todos os sacramentos são realizados pela ação do Espírito Santo.

Quando falamos da vida segundo o Espírito Santo, não devemos imaginar uma vida fora da realidade. Aliás, a vida humana é composta pela realidade física, biológica, psíquica e espiritual. Nenhuma deve ser descartada, pois o ser humano é um todo. Devemos ter bem claro isso: somos um conjunto, mas precisamos reconhecer que, quando a vida espiritual vai mal, as outras realidades acabam indo mal; e quando se vive uma espiritualidade sadia, consegue-se superar os males físicos, biológicos e psíquicos. 

Hoje, sem dúvida, temos de valorizar a vida espiritual, uma vida segundo o Espírito de Deus. Em nosso tempo, uma das grandes dificuldades que as pessoas vivem é uma vida sem sabor, sem sentido, uma vida de erros, à qual chamamos de pecado. Uma vida sem o auxílio do Alto é fadada ao fracasso, suscetível das doenças psíquicas e físicas. 

Por meio de uma vida de oração, é possível ter contato com Deus, onde o Espírito Santo é o que nos impulsiona, nos esclarece e ordena, nos faz perseverar e entender as situações. E mesmo que não as entendamos, Ele nos dá esperança, sentido à nossa vida. Os dons do Espírito Santo nos ajudam no dia a dia.

Nós devemos buscar uma vida em Deus não só nos momentos difíceis, pois todo o tempo estamos sendo testados. Somos chamados, a cada momento, a dar uma resposta coerente, segundo o Cristo. Jesus, como narra o evangelista João, soprou sobre os discípulos o Espírito Santo (Jo 20,22). O Paráclito não foi derramado sobre um, mas sobre todos os discípulos, sobre a primeira comunidade reunida, a Igreja. Assim, eles se tornaram apóstolos, e, encorajados pelo sopro divino, anunciaram com ousadia o Cristo ressuscitado. Quando surgiam os problemas e as dúvidas, podiam contar uns com os outros. 

A Igreja é mãe e mestra, afinal são "apenas" dois mil anos de experiência, de acertos e erros. Nós aprendemos e somos educados por ela. Quando digo que vivemos movidos pelo Espírito Santo, digo que somos movidos pelas orientações da Igreja. O Espírito nos orienta quando nos colocamos em oração, quando temos sensibilidade para realizar algo, principalmente quando tudo está dentro daquilo que a Igreja aprova e orienta.

Por fim, uma vida segundo o Espírito é uma vida no Espírito Santo, seguindo suas orientações, numa comunhão com a Igreja, a qual nos leva a discernir entre o certo e o errado, nos ajuda a fazer a vontade de Deus e nos orienta em todos os momentos da nossa vida, principalmente quando nos impulsiona a viver a caridade. A vida segundo o Espírito Santo nos faz pessoas melhores, não para nós mesmos, não para nos sentirmos bem, mas nos leva ao necessitado, nos faz desprendidos das coisas terrenas, livres para servir aos outros e amá-los.

* Padre Márcio do Prado, pertence à Comunidade Canção Nova, de Cachoeira Paulista/SP. - Twitter: @padremarciocn

------------------------------------------------------------

Tags: aberta, coluna, márcio, Padre, Sociedade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.