Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

País - Sociedade Aberta

 Dia Internacional da Mulher 

André Marques*

Celebrado no dia 8 de março, o Dia Internacional da Mulher tem como origem as manifestações das mulheres russas que buscavam melhores condições de vida e trabalho e contra a entrada do seu país na Primeira Guerra Mundial — manifestações que marcaram o início da Revolução de 1917.

A data comemorativa surgiu na virada do século 20 no contexto da Segunda Revolução Industrial e da Primeira Guerra Mundial, quando ocorreu a incorporação da mão de obra feminina, em massa, na indústria. As condições de trabalho, frequentemente insalubres e perigosas, eram motivo de frequentes protestos por parte dos trabalhadores. Muitas manifestações ocorreram nos anos seguintes, em várias partes do mundo, destacando-se Nova York, Berlim, Viena em 1911 e São Petersburgo em 1913.

A primeira comemoração do Dia Internacional da Mulher foi celebrada em 8 de março de 1910,  em Copenhague, capital da Dinamarca, em uma conferência internacional feminina, onde assuntos de interesse das mulheres foram discutidos.

No Brasil, durante o governo do presidente Getulio Vargas os direitos das mulheres começaram a tomar outro rumo. Com a reforma da Constituição em 1932, as mulheres brasileiras ganharam, em 24 de fevereiro do mesmo ano, os direitos trabalhistas como os dos homens, conquistaram o direito ao voto e a cargos políticos do Executivo e do Legislativo, depois de muitos anos de reivindicações e discussões.

Ainda em nosso país, há poucos anos, mais uma vitória conquistada com a Lei Maria da Penha, como resultado da grande luta pelos direitos da mulher, garantindo bons tratos dentro de suas casas e respeito por seus companheiros.

Jamais as mulheres visavam ser superiores, mas não poderiam mais aceitar a ideia de inferioridade, já que são iguais homens e mulheres. A eleição de uma mulher presidente no Brasil foi mais uma bandeira estendida em fortalecimento.

No atual cenário não estamos assistindo a uma época de mudança, mas certamente vivemos uma mudança de costumes, já que discretamente, e com indiscutível competência, uma nova geração de mulheres está chegando ao poder, em sociedades, nas quais isso no pretérito era impossível. Mulheres não desistem de lutar pelo seu crescimento — o dia 8 de março não é apenas marcado como uma data comemorativa mas um dia para se firmarem discussões que visem à diminuição do preconceito, onde são discutidos assuntos que tratam da importância do papel da mulher diante da sociedade, trazendo sua importância para uma vida mais justa em todo o mundo.

Você, mulher, nomeada como símbolo do amor, perseverança e felicidade. Guerreira, amiga, emotiva, carinhosa, dedicada, companheira e delicada... Parabéns pelo seu dia e pela vitória que vocês, mulheres, conquistam todos os dias.

* André Marques, advogado e escritor, é membro da Comissão de Segurança Pública e Política Criminal da OAB/GO e doutorando em direito. - andremarquesadv@hotmail.com 

Tags: crescimento, de, desistem, lutar, mulheres, não, pelo, seu

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.