Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

País - Sociedade Aberta

Segurança em casa é garantia de férias tranquilas

Mônica Pessoa*

Férias, feriados ou até mesmo um simples final de semana são dias aguardados por aqueles que gostam de arrumar as malas e colocar o pé na estrada. Mas, voltar para casa depois de uma viagem, é ainda melhor. Para evitar surpresas desagradáveis, é recomendado que os turistas de plantão tomem alguns cuidados em casa antes de se aventurar nas férias.

A aparência não engana  O mais importante é cuidar para que a residência não aparente estar vazia. Suspender a assinatura de jornais e revistas ou até alterar o endereço de entrega é uma ótima opção, afinal a pilha que se formará na porta é um indicativo de que não há ninguém na casa. O senso comum é que pode ser mais seguro deixar uma luz acesa enquanto está ausente. No entanto, essa ação faz justamente o contrário, atraindo a atenção de invasores. Se possível, o ideal é instalar alarmes e sistemas de monitoramento, com a consultoria de uma empresa especializada em segurança eletrônica. 

Desligue tudo  Independentemente do período em que os viajantes fiquem longe de casa, é importantíssimo tirar aparelhos eletrônicos da tomada, desligar o registro de água e o fornecimento de gás. Com esses simples cuidados, grandes problemas podem ser evitados caso aconteçam picos de energia ou mesmo a interrupção não programada deste serviço, por exemplo. 

Animais de estimação  Caso opte por não levar seu pet, a solução é providenciar um hotel para animais de estimação. Ou mesmo combinar com um familiar ou conhecido para que cuide dele durante o seu período de ausência. 

Itens de valor  Papéis importantes, joias e os demais itens de valor devem estar em lugares seguros - como cofres - ou deixados sobre a custódia de instituições financeiras. 

Seguro Residencial  Verifique previamente se o seu seguro residencial está vigente e o que está incluído na cobertura.  É importante se prevenir para manter-se livre de dores de cabeça e em caso de incidente, a primeira atitude é acionar a seguradora e, caso seja necessário, as autoridades locais.

*Mônica Pessoa é diretora Comercial e Marketing da Europ Assistance Brasil

Tags: animais, Caso, de, estimação, levar, não, opte, pet, por, seu

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.