Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Rio

Programa de fomento ao audiovisual destinará R$ 2,8 mi para festival de cinema em Niterói

Jornal do Brasil

O programa Niterói Cidade do Audiovisual, criado por meio de uma parceria interfederativa firmada em setembro do ano passado (2017) entre a Prefeitura de Niterói, o Ministério da Cultura e a Agência Nacional do Cinema (Ancine), prevê investimentos em Niterói no valor de R$ 34 milhões, entre 2018 e 2019.  

O programa prevê iniciativas como a liberação de R$ 26 milhões em editais de fomento para o segmento, R$ 4,8 milhões para a implantação do Centro Petrobras de Cinema, R$ 380 mil para seis mostras, e a redução da alíquota de ISS do setor audiovisual de 5% para 2%. Os investimentos contemplam ainda ações de capacitação e formação para o setor, além de atividades de preservação e memória.  

Além disso, serão destinados R$ 2,8 milhões para a realização de um festival de cinema em Niterói com os países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), no próximo ano. Cada ano, um país integrante do grupo assume a presidência do festival, e em 2019 este posto será do Brasil pela primeira vez.  Os investimentos da Prefeitura de Niterói são realizados com recursos provenientes de royalties e participação especial na exploração do petróleo. 

“Essa iniciativa da Prefeitura de Niterói é muito importante. Moro em Los Angeles há 30 anos e sou diretora de um festival brasileiro em Hollywood há 10 anos e eu acredito que ter essa visão não é para qualquer um. Acredito realmente que Hollywood pode ser um banco de oportunidades gigante, que infelizmente o Brasil não teve ainda a visão de aproveitar, como Niterói está fazendo”, declarou Talize Sayegh, diretora do Hollywood Brazilian Film Festival. 

O evento também contou com a participação da cônsul brasileira em Los Angeles, Márcia Loureiro, e do presidente da Câmara de Comércio Brasil-Califórnia, Patrick Benedek. 



Tags: africa do sul, brasil, brics, china, cinema, festival, india, niteroi, russia

Compartilhe: