Jornal do Brasil

Sábado, 18 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Rio

No Rio, universidades federais e Uerj suspendem aulas nesta segunda

Jornal do Brasil

Todas as universidades federais no Rio de Janeiro e também a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) decidiram não funcionar nesta segunda-feira (28), por conta dos reflexos da greve dos caminhoneiros. As informações foram publicadas nos portais das instituições na internet.

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) informou que todas as atividades da graduação e da pós-graduação e da educação básica estão suspensas em todos os campi. “As atividades essenciais voltadas para o atendimento à população e para a manutenção da universidade seguirão em funcionamento, conforme plano de trabalho organizado pelos setores. No fim da tarde de segunda-feira, a reitoria avaliará a situação e emitirá novo comunicado que será publicado na página oficial da UFRJ”, informou a nota.

A Universidade Federal Fluminense (UFF), baseada em Niterói, também decidiu suspender as atividades. “Há um impacto direto na mobilidade urbana, na segurança pública e no funcionamento adequado das instituições. Diante deste quadro, resolvemos suspender, nesta próxima segunda-feira, atividades da UFF, exceto aquelas consideradas essenciais para o atendimento à população ou para a manutenção da universidade. No fim da segunda-feira faremos um novo balanço da situação, visando uma tomada de decisão para o funcionamento da UFF ao longo da semana”, disse a nota.

A Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) está com as atividades de educação suspensas na segunda-feira. "A reitoria da Unirio comunica que as atividades da graduação e da pós-graduação estarão suspensas no dia 28 de maio em todos os campi da instituição devido às consequências da grave crise de mobilidade urbana proveniente da escassez de combustível. As atividades administrativas essenciais não sofrerão solução de continuidade. A Reitoria continuará acompanhando os desdobramentos dessa crise e se pronunciará por meio de novo comunicado na próxima segunda-feira a respeito do restante da semana.”

A Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) também decidiu suspender as aulas. “Comunicamos a suspensão das atividades acadêmicas nos campi da UFRRJ e o abono das faltas dos servidores. Diante do quadro ainda indefinido, a reitoria comunica a suspensão das atividades no dia 28 de maio.”

A Uerj também decidiu suspender as aulas. “Considerando o aprofundamento da grave crise de mobilidade urbana provocada pela escassez de combustíveis, a reitoria da Uerj resolveu suspender as atividades da universidade nesta próxima segunda-feira, exceto para as atividades consideradas essenciais. A Administração Central continua monitorando os desdobramentos deste grave cenário e se pronunciará, por meio de novo comunicado, sobre o funcionamento da Uerj ao longo da semana.”

Agência Brasil


Tags: brasil, caminhoneiros, efeitos, greve, repercussao, rio

Compartilhe: