Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Rio

Dados do ISP apontam diminuição de roubos no Rio em abril

Jornal do Brasil

Em abril, pela primeira vez no ano, houve diminuição no roubo de veículos no estado do Rio de Janeiro. Foram 4.657 casos no mês, contra 4.891 em abril de 2017, uma redução de 4,8%. Na comparação com março de 2018, a queda foi de 13,08%, num total de 701 ocorrências a menos. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (17) pelo Instituto de Segurança Pública (ISP).

A área que integra Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis e Duque de Caxias, todas na Baixada Fluminense, foram as que mais tiveram queda. Por outro lado, Belford Roxo, Tanguá, Itaboraí, Rio Bonito, Silva Jardim e Cachoeiras de Macacu, na região metropolitana, apresentaram aumento no número de roubos de veículos.

Houve queda também no roubo de carga, com 832 registros em abril deste ano, redução de 13,6% na comparação com 2017. Já os roubos de rua, que incluem roubo a transeunte, de aparelho celular e em coletivo, tiveram queda de 12,6%, com 11.057 ocorrências no total. No roubo à residência a redução foi de 18,9%, com 103 em 2018.

Os estupros diminuíram 5,53% na comparação com março de 2018, caindo de 452 casos para 427. Mas houve aumento de 17,63% em relação a abril de 2017, quando foram registrados 363 casos.

Mortes aumentaram

Já os indicadores de letalidade violenta, que englobam homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e homicídio decorrente de oposição à intervenção policial, apresentaram aumento de 9,8%, com um total de 592 vítimas no estado no mês. Foram 53 vítimas a mais na comparação com abril do ano passado, mas houve redução de 44 vítimas em relação a março de 2018.

Na comparação anual, o homicídio doloso teve aumento de 8,9% em relação a abril de 2017, com 475 registros em abril de 2018. O homicídio decorrente de oposição à intervenção policial aumentou 26,3%, com 101 vítimas. O número de latrocínios reduziu, com oito vítimas a menos, sendo 14 no total. E diminuiu também o número de policiais civis e militares mortos em serviço, em abril de 2017 foram sete e um em 2018.

No ano, os homicídios decorrentes de oposição à intervenção policial já somam 464 vítimas, contra 386 no mesmo período do ano passado, um aumento de 20,2%. Os policiais mortos em serviço passaram de 13 de janeiro a abril de 2017 para 12 no mesmo período de 2018.

Agência Brasil


Tags: homicídios, isp, rio de janeiro, roubos, segurança

Compartilhe: