Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Rio

Polícia do RJ enfrenta criminosos "cada vez mais armados e insanos", diz Pezão

Jornal do Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou terça-feira (6) que as forças policias do estado enfrentam criminosos “cada vez mais fortemente armados e insanos”. Pezão lamentou as mortes de uma menina de 3 anos e de um adolescente de 13, vítimas de tiroteios nesta terça-feira.

“As nossas polícias têm sido incansáveis no cumprimento de seu papel de combate à criminalidade. A Polícia do Rio está trabalhando muito, enfrentando bandidos cada vez mais fortemente armados e insanos e prendendo cada vez mais criminosos”, disse Pezão em nota divulgada na noite desta terça-feira.

A menina Emilly Sofia Neves Marriel foi atingida por disparos feitos por criminosos contra o carro da família dela, quando saía de uma lanchonete em Anchieta, na zona norte do Rio de Janeiro.

"A Polícia do Rio está trabalhando muito, enfrentando bandidos cada vez mais fortemente armados e insanos e prendendo cada vez mais criminosos”, disse Pezão

O outro caso envolve um confronto entre policiais e traficantes na comunidade Nova Holanda, no Complexo da Maré. O adolescente Jeremias Moraes foi atingido durante a troca de tiros e levado ao Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiu e morreu. Por causa do confronto, três das principais vias do Rio de Janeiro chegaram a ser interditadas: a Linha Vermelha, a Linha Amarela e a Avenida Brasil.

“Estou indignado como toda a população. Essa não é a cidade que todos nós queremos. Quando acontecem fatos tristes e lamentáveis como esses, é um pedaço da gente que vai embora”, acrescentou Pezão.

Segundo o governador, os policiais do estado vêm trabalhando de forma incansável no combate à criminalidade e as interdições realizadas terça-feira visaram dar segurança aos cidadãos. “Segunda-feira, a Polícia Militar prendeu bandidos em Resende que iriam trazer 40 pistolas para o Rio. Há poucos dias, a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal prenderam um militar com 60 armas, entre fuzis e pistolas, munição e drogas na Via Dutra. Vamos continuar firmes trabalhando incansavelmente na busca da paz, que todos nós almejamos”, escreveu.

Confronto fecha Avenida Brasil, Linha Vermelha e Linha Amarela

Um confronto entre policiais e criminosos na tarde desta terça-feira (6) fechou a Avenida Brasil no sentido Centro, na altura do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, e as Linhas Vermelha e Amarela. 

Segundo o Centro de Operações do Rio, a Avenida Brasil foi parcialmente liberada por volta das 16h30, na altura da Fiocruz e totalmente liberada na altura da Vila do João. 

Segundo a PM, a operação teve início a partir de denúncias pelo serviço 190 sobre policiais que teriam sido sequestrados e estavam sendo mantidos por traficantes na comunidade Nova Holanda, na Maré.

Com Agência Brasil



Tags: avenida, confronto, linha, morte, rio, violência

Compartilhe: