Jornal do Brasil

Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Rio

Forças federais participam de operação na Cidade de Deus

Jornal do Brasil

As forças federais participam, desde as 5h desta quarta-feira (7), de uma operação conjunta com as polícias Civil e Militar em vários pontos estratégicos do Grande Rio. Entre os alvos da ação estão a comunidade da Cidade de Deus, na zona oeste da capital, os acessos à BR-101, São Gonçalo e o Arco Metropolitano. Até o momento, 27 pessoas já foram detidas. 

As Forças Armadas são responsáveis pelo cerco, a desobstrução de vias e por ações de estabilização na Cidade de Deus. Em São Gonçalo, há pontos de bloqueio, controle e fiscalização de vias urbanas nos acessos à BR-101. No Arco Metropolitano, será feito um patrulhamento.

Exército participa de operação na Cidade de Deus
Exército participa de operação na Cidade de Deus

Além das Forças Armadas, participam da ação a Força Nacional de Segurança, a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal.

Algumas ruas e acessos nessas áreas podem ser interditados e setores do espaço aéreo poderão ser controlados oportunamente, com restrições para aeronaves civis. Não há interferência nas operações dos aeroportos.

O comando da operação está concentrado no Centro Integrado de Comando e Controle, na Cidade Nova.

Confronto fechou vias

Na terça-feira, um confronto entre policiais e criminosos fechou a Avenida Brasil no sentido Centro, na altura do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, e as Linhas Vermelha e Amarela. 

Segundo a PM, a operação teve início a partir de denúncias pelo serviço 190 sobre policiais que teriam sido sequestrados e estavam sendo mantidos por traficantes na comunidade Nova Holanda, na Maré.

Uma menina de 3 anos e um adolescente de 13 foram vítimas de tiroteios nesta terça-feira. A menina Emilly Sofia Neves Marriel foi atingida por disparos feitos por criminosos contra o carro da família dela, quando saía de uma lanchonete em Anchieta, na zona norte do Rio de Janeiro.

O outro caso envolve um confronto entre policiais e traficantes na comunidade Nova Holanda, no Complexo da Maré. O adolescente Jeremias Moraes foi atingido durante a troca de tiros e levado ao Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiu e morreu. 

Tags: cidade, confronto, deus, operação, segurança

Compartilhe: