Jornal do Brasil

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Rio

Rio terá ponto de apoio para denúncias de assédio e racismo no Carnaval

Agência Brasil

Casos de preconceito sofridos durante o carnaval no município do Rio de Janeiro poderão ser denunciados por vítimas de assédio, de LGBTfobia, racismo, entre outras violações, no ponto de apoio que a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos terá na Praça XV, no centro da cidade.

A medida foi tomada pela secretaria em parceria com a Operação Segurança Presente. O ponto de apoio funcionará das 9h às 15h. No local, técnicos do órgão prestarão auxílio às vítimas, com suporte de agentes da Operação Segurança Presente. Haverá ainda no local distribuição de preservativos e material das campanhas contra o assédio e LGBTfobia.

O secretário Átila Alexandre Nunes lembrou que, além do posto físico, o serviço Disque Cidadania LGBT vai funcionar também durante os quatro dias do carnaval, pelo telefone gratuito 0800 0234 567, das 14h às 20h, de sexta-feira (9) até terça-feira (13).

Nunes disse que os casos que ocorrerem em outros pontos do Rio, ou fora do horário de atendimento do posto poderão ser denunciados por meio das redes sociais da secretaria.

Tags: carnaval2018, de, denúncias, direitos, humanos, janeiro, rio

Compartilhe: