Jornal do Brasil

Domingo, 25 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Rio

Parque Municipal do Outeiro da Glória reabre as portas para a população

Espaço foi adotado por ambientalista que criou o Eco Museu Carioca no local

Jornal do Brasil

O Parque Municipal do Outeiro da Glória reabre para a população neste sábado (20), dia de São Sebastião, padroeiro da Cidade do Rio de Janeiro. No local, que estava fechado há mais de dois anos, irá funcionar o Eco Museu Carioca onde ocorrerão exposições ao ar livre, oficinas com o ensino do uso de bambu, eventos de música e danças gratuitos, entre outras atividades. Em breve será instalado o primeiro relógio de flores movido à energia solar no município do Rio. A ação foi resultado de uma parceria da Superintendência da Zona Sul com ambientalista Cláudio D’Ávila, morador da Glória. O processo de adoção do parque foi formalizado pela Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente (Seconserma) através da Fundação Parques e Jardins (FPJ). 

"A ideia é ocupar o Parque do Outeiro da Glória com atividades culturais e o ensino gratuito de práticas ambientais e sustentáveis, retomando um espaço que será usufruído pela população e também por turistas, revitalizando este importante sítio histórico do Rio, a nossa Montmartre Carioca. Por este motivo, a parceria com Cláudio D’Ávila na adoção do parque é muito importante não apenas para a Zona Sul, mas também para o Rio", disse Marcelo Maywald, superintendente da Zona Sul.  

Espaço foi idealizado pelo arquiteto e urbanista Lúcio Costa e o paisagista Roberto Burle Marx em 1939, inspirado no complexo inca de Machu Picchu
Espaço foi idealizado pelo arquiteto e urbanista Lúcio Costa e o paisagista Roberto Burle Marx em 1939, inspirado no complexo inca de Machu Picchu

Desde a adoção do parque, foram instalados em parceria com órgãos municipais, 30 postes de iluminação, 30 lixeiras novas, plantio de novas árvores, plantio de grama, reaparelhamento das muretas e reforma das grades. 

O espaço foi idealizado pelo arquiteto e urbanista Lúcio Costa e o paisagista Roberto Burle Marx em 1939, inspirado no complexo inca de Machu Picchu. Ele é composto por 10 platôs contíguos, com muros de contenção erguidos através da superposição de pedras polidas e encaixadas, tendo como exemplo o que foi feito no sítio histórico pré-colombiano. 

O parque do Outeiro da Glória, que funcionará entre terça e domingo, de 9h às 17h, está localizado na rua do Russel, 90, próximo à saída B da estação de metrô da Glória.

Tags: espaço público, glória, meio ambiente, outeiro, parque, rio de janeiro

Compartilhe: