Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Rio

Defensoria Pública promove a educação em direitos para mulheres na Zona Oeste

Jornal do Brasil

O “1º Curso de Formação de Defensoras Populares – Educação em Direitos para Jovens e Mulheres”, que será iniciado neste sábado (13), na sede da Defensoria Pública em Campo Grande, pretende promover a aproximação com a Defensoria Pública através de atividades de educação em direitos para mulheres na Zona Oeste do Rio de Janeiro e criar difusoras de saberes.

Segundo a defensora pública Arlanza Rebello, coordenadora de Defesa dos Direitos da Mulher, o curso foi programado e amadurecido a partir de um longo trabalho realizado com mulheres e entidades que compõem a Coletiva Popular de Mulheres da Zona Oeste, que foram atuantes nos encontros preparatórios.

"A realização desse curso é resultado de um trabalho conjunto de três anos que a Defensoria Pública, através da Coordenação de Defesa dos Direitos da Mulher, vem fazendo com as mulheres na Zona Oeste. A região é muito carente de investimentos em políticas públicas e tem níveis de violência elevados", ressalta Arlanza Rebello. 

Com um total de dez encontros, o “1º Curso de Formação de Defensoras Populares” prevê a realização de rodas de conversas temáticas e contará com a participação de defensoras públicas e profissionais convidadas. O primeiro módulo abordará a história do movimento de mulheres sob a perspectiva étnico-racial, de classe e dos territórios; invisibilidades e feminismos. A aula será ministrada por Sônia Beatriz dos Santos, professora do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – FEBF/UERJ. 

A turma tem cerca de 50 mulheres inscritas. Os encontros serão realizados sempre aos sábados, entre os meses de janeiro e julho de 2018.

Tags: curso, defensoria, educaçao, mulheres, rio

Compartilhe: