Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Rio

Hemorio alerta para baixos estoques de sangue

Jornal do Brasil

O Hemorio, órgão da Secretaria de Estado de Saúde (SES), alerta para os baixos estoques de sangue, e destaca que o período que compreende os meses de dezembro e janeiro é um dos mais críticos do ano, já que as festas e as férias de verão refletem diretamente no movimento do salão de doadores.

Em 2017, o Hemorio recebeu mais de 106 mil candidatos à doação e coletou 79.788 bolsas de sangue. No ano anterior, foram mais de 84 mil candidatos e 62 mil bolsas coletadas. "Em 2017, conseguimos aumentar o número de bolsas coletadas em 30%, comparado a 2016. Foi uma grande vitória, depois de cinco anos de queda. Mas as doações não podem parar. A demanda permanece alta e os estoques precisam ser repostos durante todo o ano", explica o diretor-geral do Hemorio, Luiz Amorim.

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais e um documento de identidade original do responsável. O modelo da autorização pode ser adquirido pelo site do Hemorio. 

Não é necessário estar em jejum, apenas evitar apenas alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes. O Hemorio funciona todos os dias, das 7h às 18h, incluindo sábados, domingos e feriados, na Rua Frei Caneca, n° 8, no Centro do Rio.

Para mais informações, o candidato pode ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece os pré-requisitos e dúvidas, além de informar o endereço das outras 26 unidades de coleta distribuídos pelo estado.  O atendimento pelo telefone funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.



Tags: doação, estoque, jejum, sangue, saúde

Compartilhe: