Jornal do Brasil

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Rio

Defesa entra com habeas corpus na Justiça eleitoral para liberar Garotinho

Agência Brasil

O advogado Carlos Azeredo, que defende o casal Anthony e Rosinha Garotinho, informou que entrou com um pedido de habeas corpus para a liberdade do ex-governador. Mais cedo, o advogado disse que já tinha protocolado o mesmo pedido para Rosinha. Os pedidos serão analisados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. 

Garotinho está preso na cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, acusado, junto com a esposa, da prática dos crimes de corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. A defesa vai solicitar a transferência de Anthony para outra unidade prisional, já que ele tem curso superior completo. Além disso, na mesma cadeia, estão presos o ex-governador Sérgio Cabral e o presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, que são adversários de Garotinho. 

Defesa entra com habeas corpus na Justiça eleitoral para liberar Garotinho
Defesa entra com habeas corpus na Justiça eleitoral para liberar Garotinho

Carlos Azeredo disse que Garotinho, que é hipertenso, passou bem a noite e preferiu não tomar o banho de sol para evitar encontros com os desafetos. “O ideal seria que o ex-governador fosse encaminhado para um quartel, como medida de garantir a sua integridade”.

O ex-governador chegou a ficar detido por algumas horas em um quartel dos bombeiros quarta-feira (22), mas depois foi levado para a cadeia em Benfica.

Na mesma cadeia, está Rosinha Garotinho, que chegou a ficar no presídio feminino de Campos dos Goytacazes, cidade onde mora, mas por determinação do juiz que decretou a prisão preventiva, também foi levada quarta-feira para a cadeia pública. Rosinha está na ala feminina, no terceiro andar do prédio junto com outras internas. Ela também dispensou o banho de sol e preferiu ficar na cela.

Tags: defesa, garotinho, hc, prisão, tribunal

Compartilhe: