Jornal do Brasil

Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Rio

Psol, PR e Podemos expulsam deputados que votaram a favor de Picciani

Jornal do Brasil

A votação que livrou da cadeia o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani, e seus colegas do PMDB, Paulo Melo e Edson Albertassi, está tendo repercussão, pelo menos, dentro de alguns partidos. Psol, PR e Podemos já anunciaram que vão expulsar os deputados que votaram a favor da soltura.

Picciani foi preso preventivamente na quinta-feira (16), juntamente com os deputados Paulo Melo e Edson Albertassi, por decisão do Tribunal Regional federal da 2ª Região. Os três são investigados pela Operação Cadeia Velha, que apura a prática dos crimes de corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas pela presidência da Alerj e outros cargos na Casa.

Neste sábado, o senador Romário, presidente estadual do Podemos, publicou texto em sua página oficial no Facebook anunciando que a Executiva Estadual do partido abriu processo de expulsão de Chiquinho da Mangueira e Dica. "A postura dos parlamentares vai em sentido contrário à proposta do partido, que defende a transparência e o combate firme à corrupção", diz o texto.

Na sexta-feira (17), quando a votação aconteceu na Alerj e a soltura de Picciani venceu por 39 a 19, o PR já anunciava também a expulsão dos deputados estaduais Renato Cozzolino e Nivaldo Mulim. Também o Psol anunciou a expulsão de Paulo Ramos: "O deputado [Paulo Ramos] se colocou ao lado da máfia dos transportes, das empreiteiras e de todos aqueles que saquearam o estado do Rio de Janeiro nas últimas décadas. O PSOL sempre esteve na luta contra estes setores e na defesa dos interesses dos trabalhadores do Estado do Rio", diz a nota do partido.

>> Veja quem votou a favor e quem votou contra a soltura de Picciani e mais dois

>> Alerj aprova parecer da CCJ que revoga a prisão de Picciani, Melo e Albertassi

>> Jorge Picciani se encontra com Sérgio Cabral na cadeia

Veja, na íntegra, a nota do Podemos:

Podemos expulsa deputados que votaram a favor de Picciani
Podemos expulsa deputados que votaram a favor de Picciani

A Executiva Estadual do Podemos - Rio de Janeiro informa que abriu processo de expulsão dos parlamentares que votaram pela soltura de Picciani, na sessão da última sexta-feira na ALERJ. São eles: Chiquinho da Mangueira e Dica.

Como presidente estadual e vice-presidente nacional, eu Romário afirmo que a postura dos parlamentares vai em sentido contrário à proposta do partido, que defende a transparência e o combate firme à corrupção.

Não podemos admitir que decisões como esta dos deputados estaduais do Podemos sejam tomadas sem uma avaliação severa pela Executiva. Estamos construindo um novo partido, lutando por uma nova forma de fazer política. É o que defendo e é por isso que me filiei ao Podemos.

A medida de expulsão dos parlamentares tem o apoio da presidente nacional, deputada federal Renata Abreu: “A competência é do nosso presidente estadual, senador Romário. Mas ele todo o apoio da nacional. A esperança de um novo Brasil tem de ter correspondência na atitude. E isso é o Podemos”.

Pré-candidato à presidência pelo Podemos, o senador Alvaro Dias também já veio a público, logo após a votação, manifestar indignação contra os parlamentares do Rio e pedir formalmente a expulsão. “Sou absolutamente contra o privilégio dos deputados de poderem desfazer decisões judiciais. É preciso acabar com este e todos os outros privilégios”.

O Podemos do Rio não vai compactuar nunca com esse tipo de política antiga. Que isso sirva de exemplo para todos que ainda praticam corrupção e outras sacanagens da política velha.

Descrição da imagem #pracegover: imagem exibe Picciani com o seguinte texto: “PODEMOS RJ ABRE PROCESSO DE EXPULSÃO CONTRA PARLAMENTARES QUE VOTARAM POR SOLTAR PICCIANI”.

Tags: alerj, expulsão, justiça, partidos, picciani, prisão, tribunal

Compartilhe: