Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Rio

Justiça bloqueia R$ 270 milhões em bens de Picciani, Melo e Albertassi

Jornal do Brasil

O desembargador federal Abel Gomes determinou nesta sexta-feira (17) o bloqueio cautelar de contas e o arresto de bens de 13 pessoas e 33 empresas investigadas na Operação Cadeia Velha. Os valores dos bens bloqueados dos deputados peemedebistas Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi somam R$ 270 milhões.

Jorge Picciani teve bloqueados R$ 154.460.000,00; Paulo Melo, R$ 108.610.000,00; e Edson Albertassi, R$ 7.680,000,00.

A ordem de bloqueio envolve ativos financeiros e bens móveis e imóveis, como veículos, embarcações e aeronaves. 

>> TRF2 prorroga prisão de filho de Picciani no âmbito da Operação Cadeia Velha

Filho do deputado Jorge Picciani, presidente da Alerj, teve prisão prorrogada

O desembargador também determinou a prorrogação da prisão temporária, por mais cinco dias, de quatro investigados na Operação Cadeia Velha -- Felipe Carneiro Monteiro Picciani, Ana Claudia Jaccoub, Marcia Rocha Schalcher de Almeida e Fabio Cardoso do Nascimento.

>> Alerj aprova parecer da CCJ que revoga a prisão de Picciani, Paulo Melo e Albertassi

>> Policiais entram em confronto com manifestantes

>> Justiça pode rever decisão da Alerj sobre Picciani



Tags: alerj, justiça, picciani, rio, tribunal

Compartilhe: