Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Rio

Justiça determina que conteúdo ofensivo contra Caetano Veloso seja retirado de mídias sociais

Jornal do Brasil

A juíza Flavia Goncalves Moraes Alves, da 14ª Vara Cível da Capital, concedeu tutela antecipada e determinou que o réu Flavio Azambuja Martins (que tem Flavio Morgenstern como seu nome de guerra nas redes sociais) retire, em 48 horas, comentários e mensagens injuriosas postadas em mídias sociais como Facebook e Twitter contra o cantor Caetano Veloso. Caso descumpra a decisão, terá de pagar multa de R$ 300 por dia, fixado o teto de R$ 30 mil.

Na ação movida, Caetano pede indenização por danos morais e a retirada de conteúdo ofensivo que tem como objetivo hostilizá-lo e ofendê-lo.

"Analisando os elementos trazidos aos autos, bem como as mensagens e palavras descritas na documentação acostada na inicial, não resta dúvida acerca da natureza difamatória e ofensiva destas, podendo acarretar ao autor consequências irreparáveis no que tange a sua imagem e ao seu nome", destaca a magistrada na decisão.

A juíza designou uma audiência de mediação/conciliação entre as partes para o dia 24 de janeiro do ano que vem.

Justiça determina que conteúdo ofensivo contra Caetano Veloso seja retirado de mídias sociais
Justiça determina que conteúdo ofensivo contra Caetano Veloso seja retirado de mídias sociais

Tags: caetano, cantor, justiça, ofensa, twitter

Compartilhe: