Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Rio

Professores premiados participam do 'Papo Carioca'

Jornal do Brasil

Os professores Antônio Carlos e Roberto de Oliveira emocionaram o público durante o Papo Carioca, exibido na última quinta-feira (19/10) em transmissão ao vivo pela página da Prefeitura do Rio no Facebook. Os dois contaram um pouco mais sobre o trabalho como educadores, que foi reconhecido pelo Conselho Municipal de Educação com a Medalha Carioca de Educação.

Responsável por um projeto de referência na inclusão de alunos com deficiência na Escola Municipal Floriano Peixoto, em São Cristóvão, o professor Antônio Carlos destacou a motivação que um prêmio como a Medalha Carioca traz.

“Essa indicação veio como reconhecimento desse trabalho que a gente faz com muito amor e muita dedicação. Isso nos motiva, nos faz querer mais, o que é muito bom para os nossos alunos”, afirma.

Também premiada pelo Conselho Municipal de Educação, a pedagoga Márcia Carvalho de Sá, em entrevista gravada, explicou seu trabalho na Escola Municipal Pedro Lessa, em Bonsucesso.

Professores premiados participam do 'Papo Carioca'
Professores premiados participam do 'Papo Carioca'

“O projeto da escola é tornar essas crianças cidadãs, e que elas se valorizem. Cobramos muito delas, mas entregamos de volta uma escola de qualidade”.

Professor do Ciep Roberto Morena, em Paciência, na Zona Oeste, Roberto de Oliveira ficou conhecido após aparecer em um vídeo onde tocava violão no corredor da escola para tranquilizar os alunos durante um tiroteio. Mas sua dedicação à profissão não se restringe ao período que os alunos passam na escola. Preocupado com os estudantes que saíam do nono ano e ficavam sem nenhuma atividade por longos períodos, Roberto de Oliveira montou uma banda marcial que integra jovens egressos da escola.

 “Esse projeto é muito legal porque a gente resgata esses alunos que já saíram da escola, mas moram por ali e continuam envolvidos com as nossas atividades. Em 2017 já fizemos seis desfiles.”, conta.

Público participa do programa

Cativado pelas histórias dos dois professores, o público do Papo Carioca interagiu com os convidados durante o programa. Uma das questões levantadas foi sobre como lidar com os pais que não veem com bons olhos a inclusão de alunos com deficiência em turmas regulares.

“Todos na escola são diferentes. Precisamos mostrar isso para os pais, que ninguém é igual a ninguém. As famílias também precisam se engajar nesse processo”, diz Antônio.

Outro telespectador quis saber quais assuntos o professor Roberto de Oliveira aborda em suas músicas.

“Trabalho muito com a interdisciplinaridade. A minha aula fala de ciências, matemática, física, astrologia. Procuro estar sempre conectado com tudo”, destaca.

Sobre o 'Papo Carioca'

O Papo Carioca é transmitido desde 22 de junho, ao vivo, pela página da Prefeitura do Rio no facebook. O programa tem duração de meia-hora e interage com os usuários, respondendo perguntas feitas nos comentários do vídeo, enviadas por um número de WhatsApp ou utilizando a hashtag #papocarioca no Twitter.

A jornalista Neide Diniz apresenta o programa, e as transmissões ocorrem sempre às segundas e quintas-feiras, às 20h.

Tags: educação, ensino, papo, prefeitura, rio

Compartilhe: