Jornal do Brasil

Sábado, 18 de Novembro de 2017

Rio

Justiça do Rio mantém preso comandante de UPP por porte de arma ilegal

Agência Brasil

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu manter a prisão preventiva do comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Caju, major Alexandre Silva Frugoni de Souza. O oficial e mais três policiais militares foram presos no último dia 11, depois que a Corregedoria da Polícia Militar encontrou armas ilegais, drogas e munição nos armários da base da UPP e no gabinete do comandante.

A decisão do juiz Marco Couto foi tomada ontem (16) depois de uma audiência de custódia. A justificativa do magistrado é que a prisão é necessária para garantir a ordem pública. O major responderá à ação penal pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Ainda de acordo com o magistrado, o comandante da UPP do Caju, que fica na zona portuária da cidade do Rio de Janeiro, é inadmissível a conduta do oficial, cuja função serve de “farol para iluminar as condutas de seus subordinados”.

Tags: caju, comandante, do, preventiva, prisão, upp

Compartilhe: