Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Rio

Crivella inaugura restaurante popular em Bangu

Jornal do Brasil

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, inaugurou nesta terça-feira (22), o Restaurante Popular Getúlio Vargas, em Bangu, Zona Oeste. O espaço vai funcionar de segunda a sexta-feira e terá capacidade para servir 750 cafés da manhã e 2.500 almoços por dia.

Depois de visitar as instalações e cumprimentar os funcionários, Crivella almoçou ao lado da secretária Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, Clarissa Garotinho, e do senador Eduardo Lopes.

"A partir de agora, este restaurante não fecha mais. Todo dia vai ter comida boa. Em tempo de crise, a gente sabe que tem que trabalhar dobrado. Mas compensa ao chegar aqui e ver que as pessoas estão se alimentando bem", disse o prefeito. 

Com essa inauguração, passam a ser dois os restaurantes populares em funcionamento no Rio de Janeiro. O primeiro, em Campo Grande, foi inaugurado mês passado.

"É com muito alegria que estamos reabrindo este restaurante popular. Vamos continuar expandindo esse projeto para levar comida de qualidade para a população do Rio", disse Clarissa Garotinho. A secretária confirmou que, até o final do ano, mais dois serão entregues à população depois de reformados: em Bonsucesso e  Madureira, esse último recém-municipalizado.

Crivella, Clarissa Garotinho e Eduardo Lopes na abertura do restaurante popular
Crivella, Clarissa Garotinho e Eduardo Lopes na abertura do restaurante popular

O senador Eduardo Lopes também elogiou a volta  da oferta de café da manhã e almoço a preços populares em Bangu.

"Como é bom ver a alegria nos olhos das pessoas. É muito bom saber que todo dia elas agora vão poder se alimentar bem", disse.

Moradores

A reabertura do restaurante popular foi comemorada pelos moradores. Eles formaram uma grande fila do lado de fora, ansiosos pela chegada da hora do almoço. A aposentada Marlene Moreira era uma das mais animadas.

"Eu ainda trabalho na rua. É muito bom saber que poderemos contar novamente com este lugar. A comida aqui é muito boa, como se fosse da minha casa", afirmou a moradora de Bangu, que, aos 74 anos, reforça o orçamento familiar como vendedora de produtos cosméticos.

O cardápio do primeiro dia teve carne assada, macarrão parafuso ao sugo, arroz e feijão preto, além de salada de alface e beterraba. A sobremesa foi refresco de goiaba e maçã.

A partir desta quarta-feira, o Restaurante Popular de Bangu passará a funcionar das 6h às 9h, para café da manhã, a um custo de R$ 0,50; e das 10h às 15h para almoço, que custará R$ 2,00. 

Tags: bangu, crivella, moradores, restaurante, rio

Compartilhe: