Jornal do Brasil

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Rio

Eduardo Paes pode ser convocado para CPI dos Ônibus

Plano de trabalho do Psol inclui nome de ex-prefeito e ex-secretários da pasta de Transportes

Jornal do Brasil

O plano de trabalho apresentado pelo vereador Tarcísio Motta (Psol) para a CPI dos ônibus inclui o nome do ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB), para que ele deponha sobre o processo licitatório de 2010, que criou a concessão de transporte público no município do Rio de Janeiro, durante a gestão do peemedebista.

Além do nome do ex-prefeito, a lista também inclui ex-secretários da pasta de Transportes do município, como Alexandre Sansão Fontes, o deputado estadual Carlos Roberto de Figueiredo Osório (PSDB), e Rafael Picciani (PMDB). 

Lélis Marcos Teixeira, ex-presidente da Rio Ônibus e Jacob Barata Filho, do Grupo Guanabara, também devem depor. Ambos foram presos em julho na Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato que investiga a cúpula do esquema de corrupção denunciado nos transportes do Rio.

Ainda não há previsão de quando serão os depoimentos.

Paes deve ser convocado para depor em CPI dos Ônibus
Paes deve ser convocado para depor em CPI dos Ônibus

A CPI dos Ônibus da Câmara Municipal do Rio de Janeiro teve sua primeira reunião nesta terça-feira (15). O vereador que protocolou e preside a comissão, Alexandre Isquierdo (DEM), ao fim da reunião respondeu à preocupação do vereador Tarcísio Motta (Psol), que afirmou temer o fim da CPI em "pizza".

"Pode ter certeza que da minha parte, do Rocal e do Jairinho, a intenção não é essa [de acabar em pizza]. Pelo contrário. Que apure e que chegue a uma conclusão plausível. Essa é a ideia de todos aqui", afirmou Isquierdo.

>> Primeira reunião da CPI dos Ônibus na Câmara Municipal é realizada nesta terça

>> Tarcísio Motta: “Quem ocupou secretaria de Transporte em governos investigados precisa se explicar”

Tags: abertura, cpi, fetranspor, município, rio, tarcísio, ônibus

Compartilhe: