Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Rio

Eduardo Paes pode ser convocado para CPI dos Ônibus

Plano de trabalho do Psol inclui nome de ex-prefeito e ex-secretários da pasta de Transportes

Jornal do Brasil

O plano de trabalho apresentado pelo vereador Tarcísio Motta (Psol) para a CPI dos ônibus inclui o nome do ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB), para que ele deponha sobre o processo licitatório de 2010, que criou a concessão de transporte público no município do Rio de Janeiro, durante a gestão do peemedebista.

Além do nome do ex-prefeito, a lista também inclui ex-secretários da pasta de Transportes do município, como Alexandre Sansão Fontes, o deputado estadual Carlos Roberto de Figueiredo Osório (PSDB), e Rafael Picciani (PMDB). 

Lélis Marcos Teixeira, ex-presidente da Rio Ônibus e Jacob Barata Filho, do Grupo Guanabara, também devem depor. Ambos foram presos em julho na Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato que investiga a cúpula do esquema de corrupção denunciado nos transportes do Rio.

Ainda não há previsão de quando serão os depoimentos.

Paes deve ser convocado para depor em CPI dos Ônibus

A CPI dos Ônibus da Câmara Municipal do Rio de Janeiro teve sua primeira reunião nesta terça-feira (15). O vereador que protocolou e preside a comissão, Alexandre Isquierdo (DEM), ao fim da reunião respondeu à preocupação do vereador Tarcísio Motta (Psol), que afirmou temer o fim da CPI em "pizza".

"Pode ter certeza que da minha parte, do Rocal e do Jairinho, a intenção não é essa [de acabar em pizza]. Pelo contrário. Que apure e que chegue a uma conclusão plausível. Essa é a ideia de todos aqui", afirmou Isquierdo.

>> Primeira reunião da CPI dos Ônibus na Câmara Municipal é realizada nesta terça

>> Tarcísio Motta: “Quem ocupou secretaria de Transporte em governos investigados precisa se explicar”



Tags: abertura, cpi, fetranspor, município, rio, tarcísio, ônibus

Compartilhe: