Jornal do Brasil

Quarta-feira, 26 de Julho de 2017

Rio

Crivella reabre Restaurante Popular de Campo Grande

Jornal do Brasil

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, reabriu nesta segunda-feira, dia 17, o Restaurante Popular de Campo Grande, na Zona Oeste da cidade. O espaço vai funcionar de segunda a sexta-feira e terá capacidade de servir 2.500 almoços por dia, entre 10h e 15h, por apenas R$ 2,00.  A partir dessa terça, 18, começa a oferecer também 700 cafés da manhã de 6h às 9h, a um custo de R$ 0,50 cada. 

Depois de visitar a cozinha e almoçar ao lado da secretária Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, Clarissa Garotinho, o prefeito se disse feliz por reabrir o restaurante popular. 

"Você vê no olhar, no sorriso de cada um aqui, a satisfação pelo esforço que fizemos para reabrir esse restaurante. E esse foi apenas o primeiro. Depois vamos inaugurar Bangu e Bonsucesso", afirmou Crivella, numa referência a outros dois restaurantes populares que serão reabertos ainda este ano, um em agosto (Bangu) e outro em outubro (Bonsucesso). 

Marcelo Crivella conversa com a aposentada Maria José
Marcelo Crivella conversa com a aposentada Maria José

O restaurante de Campo Grande era administrado pelo governo do estado e estava fechado desde setembro de 2016. Municipalizado por Crivella, o prédio passou por obras de restauração da cozinha, refeitório e instalações. Em seu discurso, a secretária Clarissa Garotinho citou o sociólogo Herbert de Sousa, o Betinho, criador da ONG Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida. 

"Muitas pessoas fazem nesse restaurante sua única refeição do dia. Quem tem fome tem pressa, quem tem fome não pode esperar", disse a secretária, acompanhada no evento de seus pais, os ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho, idealizadores do programa. 

A aposentada Maria José Lira Amorim, de 84 anos, tem fome e tem pressa. Moradora do Irajá, estava acostumada a frequentar o restaurante popular de Madureira, também fechado pelo governo estadual. Ela agora terá que gastar um tempo maior na viagem de trem para poder almoçar em Campo Grande. 

"Vale a pena vir de longe porque aqui o preço é muito bom e a comida é ótima", disse a aposentada, que foi cumprimentada por Crivella e aproveitou para agradecer ao prefeito a iniciativa de reabrir o restaurante popular.

Tags: funcionamento, popular, prefeitura, restaurante, rio

Compartilhe: