Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Rio

Ventania derruba árvores centenárias do Jardim Botânico do Rio

Agência Brasil

Seis árvores do Jardim Botânico do Rio de Janeiro foram derrubadas pela ventania desta madrugada. Segundo o Instituto de Pesquisas Jardim Botânico, todas estavam saudáveis e foram arrancadas pela raiz devido à força do vento. Das seis, cinco eram antigas – centenárias ou quase. Entre elas estão um abricó-de-macaco, um pau-mulato, um cajá-mirim, uma palmeira macaúba e um juazeiro. A sexta perda foi um jatobá, ainda jovem.

A Curadoria de Coleções Vivas informou que tem mudas para repor as árvores perdidas e que algumas serão plantadas no dia 23 de setembro, durante a comemoração pelo Dia da Árvore.

Em Angra dos Reis, na Costa Verde fluminense, o vento forte provocou quedas de árvores em diversos pontos do município, assim como o destelhamento de uma casa na Nova Angra. As solicitações de atendimento à Defesa Civil e à Fundação de Parques e Jardins começaram às 4h50.

>> Ventos chegam a 97 km/h no Rio e causam destruição na cidade

No Belém e Camorim Pequeno, foram registradas duas quedas de árvores sobre residências, porém, sem vítimas. Árvores caíram também na Estrada da Banqueta, Sapinhatuba 3 (BR-101), Estrada do Contorno e nas proximidades do Hotel Angra Inn. Na Estrada do Contorno, o trânsito está interrompido, devido à queda de uma árvore e de um poste de energia.

A Defesa Civil já havia informado aos cidadãos cadastrados no Programa Alerta e Alarme a possibilidade de rajadas de vento. A mensagem foi passada pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) à Defesa Civil, que segue com o monitoramento dos dados e atendendo aos chamados da população, por meio do número 199.

Tags: árvores, queda, Rio, Temporal, Ventos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.