Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Rio

Concurso selecionará projeto para prédio anexo da Biblioteca Nacional

Jornal do Brasil

A Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região Portuária (CDURP) e a Fundação Biblioteca Nacional promoverão um concurso nacional de arquitetura, que será organizado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil do Rio de Janeiro (IAB-RJ), para reformar a antiga Estação de Expurgo de Grãos do Ministério da Agricultura, no Centro do Rio. 

A proposta é transformar o prédio, que já abriga parte do acervo de periódicos da Fundação Biblioteca Nacional, no mais novo centro cultural da Região Portuária. O lançamento da competição que vai escolher o projeto de intervenção acontecerá no dia 26 de agosto, na sede do IAB-RJ, às 18h30, e a publicação do edital deve acontecer na primeira semana de setembro.

A proposta da Fundação Biblioteca Nacional é transferir toda a sua imensa coleção de periódicos, com exemplares que remontam ao século XIX e alguns títulos raros, revistas e algumas publicações variadas para o antigo prédio do Ministério da Agricultura. Parte da área técnica da instituição também será deslocada para a região portuária. Com a intervenção, a edificação deverá atingir uma área de 30 mil metros quadrados.

"Com a requalificação do prédio, os setores de conservação e restauro, microrreprodução e digitalização, datacenter e BNDigital, registros de livros e direitos autorais farão parte da edificação. Além disso, o programa prevê a criação de uma sala de leitura, auditório, espaço de exposições e uma biblioteca de acesso público, configurando um importantíssimo equipamento cultural para a cidade", explicou Renato Lessa, presidente da Fundação Biblioteca Nacional.

Segundo o presidente da CDURP, Alberto Silva, a reforma do prédio anexo da Biblioteca Nacional será importante no processo de revitalização da região portuária, empreendida pela Prefeitura do Rio:

"Este núcleo da Biblioteca Nacional é mais um forte exemplo de patrimônio público que era subutilizado, e agora, como parte da revitalização da região, vai servir a pesquisadores, estudantes e ao público em geral como mais um equipamento cultural de alto nível."

A coordenadora do concurso, Norma Taulois, defende a realização de concurso para intervenções em equipamentos importantes como a do Anexo da Biblioteca Nacional. Para a arquiteta, essa modalidade de contratação de projeto permite que o universo dos arquitetos brasileiros pense sobre a proposta mais adequada de trabalho.

"A realização de um concurso de arquitetura é a forma mais democrática e transparente para a escolha de projetos de obras públicas. O Porto Maravilha, além de trazer vida a uma região esquecida, reforça a importância histórica do Centro do Rio de janeiro. Nesse contexto, o Anexo da Fundação Biblioteca Nacional vem contribuir como mais um marco da cultura nacional", afirmou Norma Taulois.

Repositório legal de todo o patrimônio bibliográfico produzido em território nacional, o histórico prédio da sede da Fundação Biblioteca Nacional, localizado na Cinelândia, não tem mais capacidade física para abrigar seu crescente acervo. Na década de 1980, a Biblioteca recebeu o prédio da antiga Estação de Expurgo de Grãos do Ministério da Agricultura para ampliar a sua área de armazenamento, mas a capacidade atual está no limite.

Serviço:

Lançamento do Concurso Anexo da Biblioteca Nacional

Quando: terça-feira, 26 de agosto

Horário: 18h30

Local: sede do IAB-RJ

Endereço: Rua do Pinheiro, 10, Flamengo

Tags: biblioteca, CONSTRUÇÃO, escolha, projeto, urbanismo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.