Jornal do Brasil

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

Rio

Grupo Sinergy, dono da Eisa, diz que conseguiu recursos de banco estrangeiro

Jornal do BrasilGisele Motta*

Representantes da Estaleiro Ilha S.A (Eisa) e do Sindicato dos Metalúrgicos (SindiMetal) tiveram  um encontro, na última terça-feira (12), no Ministério Público do Trabalho do Rio (MPT), para discutir a situação dos trabalhadores, que estão sem receber há dois meses e afastados do trabalho. Segundo o SindiMetal, o representante do Grupo Sinergy, que controla o estaleiro, prometeu pagar os trabalhadores até o dia 20 de agosto. Eles informaram que conseguiram o investimento necessário, avaliado em R$ 30 milhões, para cumprir os compromissos. 

"Na reunião, mais uma vez o representante do Grupo Sinergy reafirmou que a folha de pagamento de junho será paga até o dia 20/08, pois a empresa conseguiu recursos com um banco estrangeiro. O Grupo afirmou ainda que a folha de julho será paga até o fim do mês e informará ao Sindicato se o 1/3 das férias será pago em alguma das folhas", comentou o Sindimetal em nota. 

Segundo a nota, o Sinergy afirmou ainda que se não conseguir novos recursos financeiros os trabalhadores serão colocados em aviso prévio a partir do dia 29. Os representantes do Estaleiro afirmaram que colocar os trabalhadores em aviso prévio irá fazer com que clientes suspendam os contratos com a empresa.

O presidente do Sindimetal-Rio, Alex Santos, disse que não levou a votação a suspensão dos contratos porque o estaleiro havia mudado de opinião quanto à rescisão dos trabalhadores. Alex usou o argumento como justificativa para levar o debate sobre a suspensão ao MPT. 

Na reunião foi decidido que os trabalhadores que já se realocaram em outras empresas poderão procurar o Eisa e o Sindicato para efetuar suas rescisões de trabalho preferencialmente entre os dias 21 e 25 de agosto. Os trabalhadores que não puderem receber os salários em suas contas deverão procurar a empresa para uma solução para a questão. Uma nova audiência foi marcada para o dia 22 de agosto, às 10 horas. No dia 21 deverá haver uma nova assembleia, desta vez na Candelária, Centro do Rio. O JB não conseguiu contato com o Eisa. 

*Do programa de estágio Jornal do Brasil

Tags: crise, eisa, empresa naval, greve, sindicato dos metalúrgicos, synergy, trabalhadores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.