Jornal do Brasil

Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2014

Rio

BRT deve chegar ao Jardim Oceânico no ano que vem, prevê Rio Ônibus

Agência Brasil

O presidente do Sindicato das Empresas de Ônibus do Rio de Janeiro (Rio Ônibus) e da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Rio de Janeiro (Fetranspor), Lélis Teixeira, informou hoje (14) que o corredor expresso de ônibus articulados Bus Rapid Transit (BRT) Transoeste deve ser estendido ao Jardim Oceânico no ano que vem. Com a conclusão da obra, os passageiros poderão descer diretamente na estação de metrô, que está atualmente em construção na Barra da Tijuca e é prevista para 2016, antes dos Jogos Olímpicos.

"Quando você passa ali, já vê que está em obras. Quando o metrô ficar pronto, o BRT já vai estar pronto, e, independentemente disso, vai ser importante porque toda a região mais comercial da Barra está naquele trecho. Ali, já vai ser um ganho enorme e tirar no mínimo 50 ônibus quando colocar o BRT. Vai beneficiar as pessoas porque elas vão poder passar direto pelo Terminal Alvorada e até ir para a zona sul, quando o metrô estiver pronto", disse Teixeira, que apresentou um balanço do BRT no Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe-UFRJ).

Ao mostrar o traçado do corredor expresso, o representante das empresas de ônibus apontou também um trecho do BRT Transoeste que vai ligar Campo Grande à Avenida das Américas e à Barra da Tijuca sem passar por Santa Cruz, via Estrada do Monteiro e Mato Alto. Essa parte do corredor, porém, é uma ideia que ainda não tem data para sair do papel e deve ficar para governos futuros: "Eu acredito que não vai ser feito neste governo porque ele já definiu as prioridades, que são o Transolímpico (Recreio-Deodoro), que está sendo feito, e o Transbrasil (Centro-Deodoro), que está em processo de licitação."

Sobre os próximos passos do BRT, Lélis Teixeira disse que 100% das estações do Transcarioca (Barra da Tijuca-Aeroporto Internacional Tom Jobim) devem estar funcionando até setembro, e que, já neste mês, chegam ônibus biarticulados que terão capacidade para transportar 280 passageiros. "Já estamos sabendo pelas pesquisas que têm estações que vão integrar com o trem e que têm uma grande demanda. Eles vão ser provavelmente para Madureira."

Segundo a assessoria de imprensa do Consórcio BRT, os veículos biarticulados foram fabricados em Caxias do Sul e já estão na estrada, a caminho do Rio. Quando chegarem à cidade, precisam ser licenciados pela Secretaria Municipal de Transportes e pelo Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ), antes de passarem por um período curto de testes.Nesta semana, o trecho Barra da Tijuca-Madureira começou a operar 24 horas por dia, e a expectativa é que, no mês que vem, todos os ônibus e estações dos BRTs Transoeste e Transcarioca tenham internet sem fio.

Tags: corredor, expresso, Rio, Trânsito, Transportes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.