Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

Rio

Museu itinerante da Fiocruz chega à Vila Olímpica do Salgueiro

Jornal do Brasil

O projeto "Ciência Móvel - Vida e Saúde para Todos", do Museu da Vida, chega à zona norte do Rio. O museu itinerante da Fiocruz está a partir desta quarta-feira com suas atividades interativas de divulgação da ciência, da tecnologia e da saúde na Vila Olímpica Felinto Epitácio Maia (a Vila Olímpica do Salgueiro). A visita do caminhão da ciência e suas atrações se pode ser feita até a próxima sexta-feira, dia 8 de agosto.

No espaço de 4 mil m² de área criado ao lado da quadra da escola de samba destinado à prática de esportes, oficinas, cursos e atendimento sócio educacional das comunidades da grande Tijuca, o Ciência Móvel oferece uma variedade de atividades interativas e divertidas: o Jogo das Vacinas, o girotech (simula exercícios como os executados pelos astronautas), o planetário inflável, as exposições Dengue e Energia, a bancada de microscopia, os tubos musicais, a bicicleta geradora, multimídias e oficinas, entre outros módulos, que foram elaborados para divulgação científica. Desde 2007 quando foi lançado, quase 620 mil pessoas já foram beneficiadas pelas atividades do projeto Ciência Móvel, que esteve em cerca de 70 municípios de estados da região Sudeste.

Desenvolvido conjuntamente com o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), o Jogo das Vacinas tem como proposta difundir informações sobre vacinação para o público infantil, seguindo o calendário do Ministério da Saúde.

O jogo é do tipo ludo, no qual as crianças são as peças fundamentais. É composto por uma lona de 20 m², cartas, dado gigante, marcador de tempo e comporta quatro grupos de jogadores. A atividade é uma batalha coletiva para que todos os participantes sejam vacinados e fiquem protegidos contra doenças antes que o tempo se esgote. Além disso, existem outros objetivos complementares: conhecer algumas características do mundo microbiológico e entender a importância das vacinas na prevenção de doenças causadas por micro-organismos, como vírus e bactérias.

Para o diretor do Instituto de Tecnologia da Fiocruz, Artur Roberto Couto, a iniciativa visa difundir informações sobre vacinação para além dos centros urbanos. "Queremos sensibilizar jovens e crianças sobre a importância das vacinas, de acordo com o Calendário Nacional de Imunizações, reforçando o papel da BioManguinhos/Fiocruz na promoção da saúde e cidadania", reforçou.

Coordenador do Ciência Móvel, o educador do Museu da Vida Marcus Soares ressalta o caráter coletivo do novo módulo a ser levado pelo caminhão da ciência. "O mais legal do Jogo das Vacinas é que ele é um desafio coletivo, com uma proposta educativa bem definida. Os grupos precisam se ajudar para que todos sejam vacinados e fiquem protegidos de várias doenças, como defende o programa nacional de imunização do Ministério da Saúde", concluiu.

Tags: caminhão, CIÊNCIA, fiocruz, Rio, vida

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.