Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Rio

Justiça manda prender lutador acusado de estupro no Rio 

Portal Terra

A Justiça do Rio de Janeiro determinou nesta terça-feira a prisão preventiva de um lutador de artes marciais acusado de estuprar uma jovem em abril deste ano. A decisão da Justiça, que toma como base denúncia oferecida pelo Ministério Público, indica que a conduta e o histórico do acusado, sob o qual recai a suspeita de pelo menos outros dois casos do gênero, representam perigo inquestionável ao andamento do processo.

De acordo com a denúncia, o lutador teria oferecido carona à vítima para depois levá-la a lugar ermo e estuprá-la. O acusado teria também tentado intimidar amigos da vítima e é suspeito de pelo menos outros dois casos de estupro.

"Inexiste qualquer dúvida – mínima que seja – quanto à necessidade da prisão cautelar do réu”, destacou em sua decisão o juiz Marco Couto, titular da 2ª Vara Criminal de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. “Talvez acreditando que a sua condição social – classe média – lhe garanta alguma proteção jurídica, o acusado age como se pudesse fazer o que bem quisesse”.

Ainda que o caso tenha sido denunciado pela própria vítima, a conduta intimidadora do acusado foi vista como fato fundamental pela Justiça para determinar sua detenção durante o processo e, assim, permitir o devido depoimento em juízo da vítima e das testemunhas.

Tags: abuso, acusado, RJ, sentença, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.