Jornal do Brasil

Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Rio

Em nova gravação, Bethlem diz que foi 'muito útil a rei do ônibus'

Ex-mulher denuncia, perito atesta autenticidade dos vídeos, mas ainda não tem ninguém preso

Jornal do Brasil

Em nova gravação divulgada nesta segunda-feira pela revista Época um diálogo entre o deputado federal Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ) e a ex-mulher, a empresária Vanessa Felippe, sugere a contribuição do empresário Jacob Barata, conhecido como "rei do ônibus", à campanha política do ex-secretário de Ordem Pública do prefeito Eduardo Paes. Em um trecho da conversa, datada de novembro de 2011, Bethlem diz que "foi muito útil' ao empresário. "Não foi pouco não, foi muito. Eu derrubei sessão, tirei projeto", diz ele na gravação divulgada pela revista.

Ainda segundo Época , a empresária entregou anotações à revista que seriam de doadores de campanha. Em um dos papéis consta a menção a "40 ônibus" e "200 Jaco", que seriam referências às contribuições do empresário à campanha de Bethlem.  

Segundo a lei eleitoral, é vedada a contribuição de empresas prestadoras de serviço público às campanhas eleitorais. No entanto, Barata poderia ter contribuído como pessoa física. De acordo com a assessoria do empresário do ramo rodoviário, “a família Barata não fez qualquer contribuição, seja pessoal ou institucional, ao candidato Rodrigo Bethlem.

O curioso é que a ex-mulher de Bethlem denuncia, a revista publica e confirma com um perito a autenticidade dos vídeos, e ainda não tem ninguém preso. Será que no Rio de Janeiro pode-se roubar, mas não se pode quebrar?

>> Manifestantes acusados de vandalismo são presos

>> Pezão elogia Bethlem: 'Te conheço muito. Com certeza quero estar do seu lado'

>> RJ: vereador articula ação contra aliado de Paes denunciado

>> Bethlem, Paes, ONG e reeleição

>> Eduardo Paes convoca coletiva para comentar denúncias contra Bethlem

>> Bethlem nega acusações feitas pela ex-mulher

>> Época: homem de confiança de Cabral e Paes mantém conta na Suíça

No dia 15 de julho do ano passado o Jornal do Brasil publicou uma reportagem com o título: "Segurança pública atua em eventos privados da elite". Tinha sido um final de semana marcado pelo casamento de Beatriz Barata, neta do megaempresário dos transportes no Rio de Janeiro, Jacob Barata. Após uma manifestação absolutamente pacífica em frente ao Hotel Copacabana Palace, onde ocorria a festa, o vandalismo de algum convidado, que jogou um cinzeiro em direção ao público, custou a um manifestante um profundo corte na cabeça.

>> VEJA A MATÉRIA

Trechos da NOVA gravação divulgada pela ex-mulher de Bethlem:

Vanessa - Tá, então deixa eu terminar. Por 16 anos, eu investi nisso aqui. O que quer que eu vá fazer agora, você sabe com o que você vai estar me ajudando, se me ajudar? Com dinheiro. Eu te ajudei com dinheiro na campanha? Por várias campanhas, seu maior colaborador, aliás, em quase todas as campanhas praticamente, o seu maior colaborador foi um homem chamado Jacob. Eu te ajudei com dinheiro, Rodrigo. 

Bethlem – Eu construí uma relação com ele, Vanessa? Como eu te apresentei milhares de pessoas. 

Vanessa - Eu não te ajudei com dinheiro, Rodrigo? 

Bethlem- Se você não construiu relação, é outra história. Eu fui muito útil... que ele goste de mim, goste de você, tudo bem. Eu fui muito útil pra esse cara na Câmara. Não foi pouco não, muito. Eu derrubei sessão, eu tirei projeto... 

Vanessa - Rodrigo, é a mesma coisa que estou lhe falando. Tá vendo como é? É igual. 

Bethlem - Não é igual 

Vanessa - É igual, olha aqui, é um pontapé. O que eu estou querendo dizer é o seguinte: você me ajudar com dinheiro?... Eu te ajudei com dinheiro, em todas elas. Fosse através do Jacob, fosse através do meu pai”.

Tags: desvios, Fraudes, prefeitura, Rio, rodrigo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.