Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2014

Rio

Praça Nossa Senhora da Paz começa a ser devolvida à população

Jornal do Brasil

Neste domingo (27), a Praça Nossa Senhora da Paz começa a ser liberada pela Linha 4 do Metrô (Barra da Tijuca - Ipanema), que há um ano e nove meses iniciou a construção da estação. Depois de pronta, a Estação Nossa Senhora da Paz vai atender a demanda por transporte de alta capacidade da região, além de aquecer o comércio do entorno e beneficiar o meio ambiente, com a redução do uso de carros de passeio.

A partir deste domingo, quase metade (46%) da praça estará aberta ao público. O espaço foi reurbanizado e teve seus equipamentos públicos e monumentos restaurados. Além do parquinho infantil e da Academia da Terceira Idade, que sempre estiveram acessíveis, a população poderá utilizar, agora, a área próxima às ruas Joana Angélica e Barão da Torre. Ali estão o coreto, os monumentos 'Crianças brincando de roda', da artista plástica Lúcia Guerreiro, e 'A menina dos balões encantados', da artista plástica Sandra Guinle, o laguinho e a figueira mais antiga da praça.

Nesta primeira fase de liberação parcial da praça foram replantadas cinco palmeiras jerivás que tinham sido transplantadas desta área da praça. Além dessas, foram plantadas nove novas árvores (um oiti e oito unidades de flamboyant-mirim) e outros 87 exemplares (nove manacás, 12 colônias, 44 esponjinhas e 22 filodendros). Ao final das obras, serão feitos novos replantios de árvores que foram transplantadas para viabilizar a execução dos serviços no local.

As obras na Nossa Senhora da Paz continuam no subsolo e em parte da praça. A estação de metrô terá dois acessos na área externa da área de lazer: um pela Rua Joana Angélica e outro pela Rua Maria Quitéria. Ela vai atender, a partir de 2016, a necessidade de transporte público de 47 mil pessoas por dia. A viagem entre a Estação Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, e a Nossa Senhora da Paz vai durar pouco mais de 13 minutos. E da Nossa Senhora da Paz à Carioca, no Centro, 18 minutos.

Tags: Estação, ipanema, Metrô, Obras, urbanização

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.