Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Rio

Violência na Copa: boletim da PM cita nomes de soldados acusados de agressão

Antes do Mundial, policiais alertaram para péssimas condições de trabalho e despreparo da tropa

Jornal do Brasil

O Comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro publicou nesta sexta-feira (18/7), no seu Boletim Administrativo Interno, as punições a dois policiais que participaram da operação durante um protesto contra a Copa do Mundo, ocorrido no último domingo (13), na Praça Saens Pena, na Tijuca, Zona Norte da cidade. Os PMs lotados no Batalhão de Policiamento de Grandes Eventos (BPGE) foram acusados de agressões contra manifestantes e jornalistas e tiveram prisão administrativa decretada pela PM.   

Boletim da PM divulgado nesta sexta-feira
Boletim da PM divulgado nesta sexta-feira

O boletim de número 127, com data de hoje, cita os nomes do Soldado Carlos Henrique Ferreira, acusado de agressão ao cinegrafista canadense Jason Ohara, e do soldado Cristiano Ximenes, suspeito de roubo de câmera do mesmo profissional. O Comando da PM determinou na última terça (15) a prisão administrativa de outros dois policiais, além de Ferreira e Ximenes: o soldado Jair Portilho Júnior, acusado de agressão a repórter fotográfico, e o soldado Rogério Costa de Oliveira, acusado de agressão a manifestante. Ele aparece em um vídeo feito por cinegrafista amador chutando uma jovem duas vezes.

Três IPMs (Inquérito Policial-Militar) foram abertos no decorrer da semana para apurar a conduta de policiais. O Comando da Polícia Militar divulgou nota repudiando os atos de violência praticados por policiais militares, conforme revelados nas imagens de cinegrafistas amadores, ocorridos no domingo. A Corregedoria da PM abriu uma sindicância para apurar a denúncia de que um policial teria assediado uma manifestante. A denúncia também tem base em um vídeo feito por cinegrafista amador.

Policiais do BPGE já haviam alertado sobre despreparo da tropa

Postagem no Facebook identificado como sendo dos funcionários do batalhão
Postagem no Facebook identificado como sendo dos funcionários do batalhão

O Jornal do Brasil publicou no dia 6 de junho uma reportagem sobre a insatisfação dos PMs do BPGE quanto as precárias condições de trabalho e o despreparo da tropa. Um policial que pediu para não ser identificado na matéria, contou que os treinamentos para atuação dos policiais na Copa do Mundo e Olimpíadas, anunciados com grande ênfase pelo governo do estado, aconteceu em outubro com apenas um "estágio" de quatro dias e "mais nada". Segundo o PM, as aulas eram básicas, de como utilizar um bastão, um escudo. Ele considerou na época que o trabalho do batalhão é uma "maquiagem" para seguir manifestantes. "Uns 50 homens do BPGE realmente são treinados, faixa preta e alguns até tem prática em artes marciais. Mas eles são uma equipe. Os demais 500 PMs não são nada, há obesos, inaptos, mulheres, e há policiais que não sabem nada, apenas patrulhar e resolver ocorrências policiais, como é o meu caso", afirmou ao JB, ratificando que a tropa não estava preparada para a missão que o governo designou, já prevendo tragédias durante o Mundial.

Nesse mesmo período, os policiais do batalhão usaram as redes sociais para denunciar as condições degradantes de trabalho, com equipamentos ultrapassados e extremamente quentes, viaturas com defeito e até com vidros quebrados, falta de cama no alojamento e os PMs tendo que dormirem no chão, além da alimentação estragada e até com verme, segundo denúncias feitas por policiais ao JB. Um vídeo com imagem de um prato de comida cheio de larvas de inseto chegou a ser publicado na página de um perfil do Facebook identificado como sendo de servidores do batalhão.

Veja as matérias publicadas sobre o assunto:

>> Batalhão de Grandes Eventos troca comando, mas problemas persistem

Comida com larvas. Publicação no site identificado como sendo de servidores do BPGE
Comida com larvas. Publicação no site identificado como sendo de servidores do BPGE

>> Comando do Batalhão de Grandes Eventos do Rio muda às vésperas da Copa

>> PMs do Batalhão de Grandes Eventos postam vídeo mostrando refeição com vermes

>> Blindados chegam atrasados para a Copa causam polêmica por licitações suspeitas

>> Centenas de viaturas da PM são fotografadas paradas em pátio da CFA

Tags: administrativa, Copa, manifestantes, policiais, prisão, punição

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.