Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Rio

Lindberg faz caminhada no Centro do Rio e conversa com comerciantes

Candidato escutou as reivindicações e prometeu se empenhar para ajudar o setor

Jornal do Brasil

O candidato ao governo do Rio de Janeiro pela Frente Popular (PT – PV – PCdoB – PSB), Lindberg Farias, fez campanha neste sábado (19) no Centro do Rio de Janeiro. Durante a caminhada, animada por um xote, ele se encontrou com frequentadores e comerciantes do Mercado Popular da Uruguaiana e escutou do presidente da Associação de Comerciantes e Ambulantes do Centro, João Lopes, as reivindicações do setor, como a legalização do mercado da Uruguaiana.

“Nossa principal necessidade é a legalização desse mercado. A Prefeitura nos prometeu, mas não liberou o alvará de funcionamento. Temos hoje aqui 1.600 boxes que empregam de 25 a 30 mil pessoas. São milhares de pessoas querendo trabalhar de forma legal”, destacou João.  

Lindberg Farias, acompanhado pelos deputados federais Benedita da Silva (PT), Jorge Bittar (PT) e Jandira Feghali (PCdoB), prometeu se empenhar para legalizar a situação e lembrou que quando foi prefeito de Nova Iguaçu priorizou as necessidades daqueles que mais precisavam. “O governo atual esqueceu de cuidar daqueles que mais precisam, os trabalhadores. A nossa campanha está começando e eu peço a ajuda de vocês para mudar esse cenário”.  

Candidato do povo

Durante a caminhada, que passou também pelas ruas da Alfândega, dos Andradas e Senhor dos Passos, o candidato se encontrou, ainda, com moradores de Nova Iguaçu e do Rio de Janeiro, que destacaram a importância de ter alguém como Lindberg Farias no comando do Governo do Estado. “Depois que Lindberg deixou a Prefeitura de Nova Iguaçu, a Cidade ficou abandonada e a violência aumentou”, disse o aposentado Francisco Silveira, 68 anos, morador de Nova Iguaçu.  

Para o comerciante Claudielson Neves Araújo, 41 anos, se Lindberg for eleito governador não vai decepcionar o povo do Rio de Janeiro. “Como morador de Nova Iguaçu, posso afirmar que o candidato governou para os mais pobres e cuidou da cidade. Tivemos, por exemplo, todas as ruas asfaltadas”.

O autônomo Rogerio Poppe, 59, morador do Rio de Janeiro, acredita que apenas o candidato da Frente Popular será capaz de melhorar a situação do Estado. “O governo atual abandonou o Estado e deixou a violência tomar conta”.

Tags: campanha, canditado, eleição, PT, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.