Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Rio

Tiroteio entre polícia e criminosos suspende serviço do teleférico do Alemão

Agência Brasil

O policiamento está reforçado no Complexo de Favelas do Alemão, subúrbio do Rio, depois de tiroteio na tarde de ontem (17), nas comunidades Nova Brasília e Fazendinha. Com o conflito, o teleférico que atende a comunidade deixou de funcionar e está fechado hoje (18) , por medida de segurança.

Em nota, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, informou que por volta das 15h30 de quinta-feira (17), policiais do Grupamento de Intervenções Táticas da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Alemão estavam efetuando patrulhamento pela Rua 2, na comunidade Nova Brasília, quando encontraram bandidos armados que atiraram contra os agentes.

Os policiais militares (PM) revidaram e os bandidos fugiram. No local foram encontradas drogas e um rádio usado para comunicação. Em seguida, criminosos passaram em uma moto atirando contra policiais da UPP Fazendinha que estavam na Rua da Assembléia. Ninguém se feriu.

Agentes de outras UPPs da região e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram para o local reforçar o policiamento e fazer buscas para localizar os autores dos disparos.

A PM da UPP do Alemão abordou Leonardo Santos da Silva, de 19 anos, na Rua Joaquim de Queiroz, e encontrou munições de pistola nos bolsos. Quando Leonardo foi levado para a 45ª Distrito Policial (Complexo do Alemão), a equipe da UPP estava na delegacia registrando a ocorrência da troca de tiros e apresentando as drogas apreendidas. Na ocasião, os agentes reconheceram que o suspeito estava no grupo que trocou tiros com os policiais.

A SuperVia,  empresa que administra o teleférico do Complexo do Alemão, informou que por medida de segurança o serviço foi interrompido na quinta-feira às 15h15 e não voltou mais a funcionar.

A concessionária informou que o fechamento do serviço hoje (18) deve-se também, a uma inspeção nos cabos elétricos, sensores e nas gôndolas de transporte de passageiros. O teleférico ainda não tem hora para voltar a operar.

Diariamente são transportadas, em média, 12 mil pessoas nas sete estações do teleférico do Alemão.

Tags: alemão, complexo, paralisação, tiros, transporte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.