Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Rio

Manifestações acontecem no Rio, em dia de final da Copa

Jornal do Brasil

Dois protestos que questionam os gastos com a Copa do Mundo estão programados para o próximo domingo (13), dia de final do campeonato. Grande manifestação FIFA GO HOME! Não vai ter final!, convocada pela Frente Independente Popular e “A festa nos estádios não vale as lágrimas nas favelas”, convocada por diversas entidades ligadas à favela, se encontram na Praça Saens Peña, às 13h. 

>>Ato contra a Copa no dia da final acontece na Praça Saens Peña

>>Movimento Passe Livre: mídia e violência esvaziaram protestos

O ato Fifa Go Home teve diversas edições durante o campeonato, na mesma região.No começo de junho o protesto não se deu sem confusão com a polícia. Eles pautam os problemas causados pelos megaeventos, como remoções, elefantes brancos, elitização dos estádios e repressão aos protestos. 

Pelo Facebook, Frente Independente Popular convoca um ato de protesto contra gastos com a Copa
Pelo Facebook, Frente Independente Popular convoca um ato de protesto contra gastos com a Copa

A "Festa nos Estádios" busca deixar as necessidades das favelas mais visíveis e palpáveis e denunciar as remoções feitas em função dos grandes eventos, além da militarização das favelas, com as UPPS.

Gizele Martins, moradora e comunicadora da Maré, que ajuda na organização do ato, diz que o protesto também quer marcar um ano do desaparecimento do pedreiro Amarildo, torturado e morto por policiais da UPP da Rocinha, que ainda não teve o julgado dos envolvidos concluído.  “Por causa dos megaeventos a favela tem sofrido muito. São remoções, militarização com as UPPS, exército dentro da Maré. E essas coisas estão ‘invisibilizadas’ diante dos jogos e nacionalismo”, analisa Gizele.

No primeiro ato convocado, que aconteceu no dia 26 de junho, em Copacabana, foram reunidas cerca de 500 pessoas, entre moradores de favelas e apoiadores da causa. O ato “A festa dos estádios” pauta especialmente as necessidades das favelas, criticando as remoções em função dos grandes eventos, a criminalização dos moradores e a militarização dos espaços. 

Tags: copa do mundo, festa nos estádios, fifa go home, lagrima nas favelas, manifestação, protesto, Rio, RJ, zona norte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.