Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Rio

Mulher de Amarildo está desaparecida há 10 dias, diz família

Jornal do Brasil

A mulher do pedreiro Amarildo de Souza, Elizabeth Gomes da Silva, está desaparecida há 10 dias, segundo os familiares, que informam que ela vinha apresentando um quadro de depressão. 

O caso Amarildo ficou internacionalmente conhecido após a mobilização entorno do desaparecimento do pedreiro, há cerca de um ano, na Rocinha, Zona Sul do Rio de Janeiro. Ele sumiu após ser retirado de casa e levado à sede da UPP da Rocinha por PMs da unidade. Uma investigação teve início após o forte apelo popular e 25 policiais foram acusados pelos crimes de tortura, ocultação de cadáver, fraude processual e formação de quadrilha. Entre esses, 12 estão presos e 13 respondem processo em liberdade.

A família preferiu não registrar o desaparecimento de Elizabeth na delegacia e pedir ajuda a outros órgãos.

>> Mulher de Amarildo se diz "frustrada" após reunião com Cabral

>> Caso Amarildo: 4 PMs e o ex-comandante da UPP da Rocinha serão indiciados

>> Caso Amarildo põe na berlinda a Segurança e projeto das UPPs no Rio

>> RJ: PM confirma detalhes de tortura de Amarildo ao MP

Tags: desaparecimento, investigação, polícia, Rio, rocinha, upp

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.