Jornal do Brasil

Domingo, 22 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Rio

Polícia prende idoso suspeito de estuprar duas netas no Rio

Jornal do Brasil

Policiais da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), após checarem vários endereços na Zona Oeste e Baixada Fluminense, prenderam, nesta quarta-feira (09/07), um idoso acusado de estuprar as duas netas desde 2010, quando ambas tinham menos de 12 anos, e estava foragido da Justiça desde o dia 10 de junho deste ano, quando foi decretada sua prisão temporária por 30 dias. Ao ser interrogado, o idoso confessou os crimes, e disse que havia sido atraído e seduzido pelas netas.

Segundo o delegado Marcello Braga Maia, titular da especializada, no dia 9 de junho, a mãe das meninas compareceu à DCAV, para noticiar a violência sexual sofrida por suas filhas. Ela apontou o sogro como autor, que é avô paterno das crianças. Na ocasião, a mãe levou a filha mais nova, de 14 anos, pois a outra filha, hoje com 16 anos, ainda residia com o investigado. Os abusos ocorreram quando as meninas passaram a residir com o investigado em Campo Grande, em 2010, tendo ambas menos de 12 anos.

De acordo com o delegado, no dia 3 de junho a filha mais nova chegou à casa de sua mãe e disse que havia fugido da residência dos avós paternos, relatando os abusos sexuais sofridos, por parte de seu avô, e que sua irmã teria mantido relações sexuais com ele, quando tinha 12 anos de idade. As crianças contaram em depoimento na delegacia que o avô dizia ser amigo dos milicianos da região e que as matariam se elas o denunciassem.

As meninas foram entrevistadas na Sala de Oitiva Especial, onde um policial capacitado conseguiu reconstruir os fatos ocorridos, utilizando as técnicas de entrevista investigativa, baseadas no livre relato da vítima.

O delegado informou que o acusado responderá pelo crime de estupro de vulnerável (reclusão de 8 a 15 anos) e também pelo crime de coação no curso do processo (reclusão de 1 a 4 anos), pois ameaçou de morte as vítimas e a mãe das meninas, no decorrer das investigações. Será requerida sua prisão preventiva.



Tags: abusos, avó, meninas, prisão, sexuais

Compartilhe: