Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Rio

RJ: polícia diz que morte de Malhães não foi planejada

Portal Terra

A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu o inquérito no qual afirma que a morte do coronel reformado do Exército Paulo Malhães não foi premeditada. Na manhã de ontem, foram presos em Belford Roxo mais dois envolvidos no caso. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Malhães morreu em 25 de abril em Nova Iguaçu (RJ) após ter seu sítio invadido por Rodrigo Teles e Anderson Pires Teles, irmãos do caseiro Rogério Teles. Os três estão presos. Detidos nesta segunda, Maicon José Candido e Alex Sandro de Lima, casados com as irmãs dos Pires, vão responder por roubo qualificado.

Segundo o delegado Pedro Medina, a motivação do crime foi latrocínio, já que o grupo queria revender as armas que o coronel guardava em casa. A polícia descartou a possibilidade de o crime ter relação com a atuação de Malhães como torturador na ditadura.

Tags: coronel, crime, ditadura, investigação, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.