Jornal do Brasil

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Rio

Homens armados tentam invadir fazenda do presidente da Alerj

Jornal do Brasil

Homens armados tentaram invadir na noite desse sábado a fazenda do deputado Paulo Melo (PMDB-RJ), presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Dois seguranças foram baleados e socorridos. Melo fraturou o tornozelo ao tentar se proteger e também foi encaminhado para atendimento médico.

Segundo informações preliminares da Polícia Militar (PM), dois homens tentaram invadir a fazenda do deputado, localizada na Estrada de Larvas, na região do município de Rio Bonito, 73 quilômetros da capital fluminense. Houve confronto e tiroteio, que acabou ferindo dois policiais militares a serviço da Alerj que guardavam a propriedade do parlamentar. Durante a troca de tiros, Paulo Melo caiu ao tentar se proteger e fraturou o pé.

>> Rio: presidente da Alerj passa por 2ª cirurgia após tiroteio

Equipes da PM buscam os dois suspeitos, mas até a metade da manhã deste domingo não havia informação sobre detidos. Os dois policiais baleados durante a invasão foram encaminhados ao Hospital Darcy Vargas e depois foram transferidos ao Hospital Central da Polícia Militar.

Paulo Melo também foi levado ao Hospital Darcy Vargas, onde se submeteu  a uma cirurgia ortopédica de emergência. Na manhã deste domingo, ele chegou de helicóptero ao Rio, sendo recebido pelo governador Luiz Fernando Pezão e pelo ex-governador Sérgio Cabral no heliponto da Lagoa Rodrigo de Freitas. Ele seguiu para Hospital Copa D'Or, na Zona Sul da capital, para uma nova cirurgia, segundo nota enviada pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. 

A ocorrência foi registrada na 119ª DP (Rio Bonito). 

Paulo Melo já foi ameaçado de morte

O deputado Paulo Melo (PMDB) recebeu, há quase quatro anos, uma denúncia de que seria assassinado. A informação foi divulgada por ele, no dia 29 de junho de 2010, no plenário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Segundo a denúncia, o presidente do legislativo estadual seria morto até o dia 20 de julho do mesmo ano.

Com Portal Terra 

Tags: alerj, criminosos, deputado, fazenda, invasão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.