Jornal do Brasil

Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Rio

ONG carioca faz passeata contra gastos com a Copa

Protesto será realizado na praia de Copacabana a partir das 11h deste sábado (21)

Jornal do Brasil

A ONG Rio de Paz realizará manifestação na praia de Copacabana, em frente ao Copacabana Palace, neste sábado (21), a partir das 11h. O objetivo é cobrar que a Fifa intensifique ações sociais com o lucro que está obtendo com a Copa e pedir respostas para 10 perguntas.

Às 6h, serão instalados 12 cartões vermelhos gigantes, com dois metros de altura, nas areias da praia. Às, os manifestantes levantarão os cartões vermelhos em passeata. O presidente da Rio de Paz, Antonio Carlos da Costa, lembra que a ONG vem criticando os gastos com dinheiro público desde o sorteio da Copa das Confederações, quando fizeram uma manifestação no Anhembi, em São Paulo.

“Não conseguimos nos conectar com essa Copa em razão do fato de ela estar sendo realizada com o dinheiro do povo brasileiro. Nós estamos aproveitando essa manifestação para mostrar algumas reivindicações que achamos justas. Estamos pedindo que sejam estabelecidas metas concretas para os próximos anos para essas áreas de serviço público [saúde e educação]. Não pode o político fazer promessas e não cumpri-las”, explicou.

A ONG Rio de Paz atua, desde 2007, desenvolvendo ações pacíficas para chamar a atenção da população para os problemas sociais do país. Em seu site, a entidade destaca que o objetivo é “ser agente de redução das violações dos direitos humanos por meio de ações pacíficas e criativas que mobilizem sociedade e poder público”. 

No dia 10, a ONG protestou colocando doze bolas grandes e 12 pequenas nas areias de Copacabana, que receberam uma cruz vermelha pintada em seu centro para representar as cidades-sede da Copa. Um barraco, semelhante a alguns que podem ser encontrados em comunidades do Rio, foi montado para chamar a atenção à desigualdade social.

 

Tags: anti-copa, Copa, manifestação, protesto, Rio, rio de paz, RJ

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.