Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Julho de 2014

Rio

Jovem se fingiu de morto para escapar de ataque de PMs no Rio

Portal Terra

O jovem que estava na companhia de Mateus Alves, de 14 anos, assassinado por policiais militares no Morro do Sumaré, no Rio de Janeiro, declarou que se fingiu de morto para não ser executado.

Os cabos Fábio Magalhães Ferreira e Vinícius Lima Vieira são investigados pela morte do adolescente e tentativa de assassinato do jovem sobrevivente.

As investigações da Polícia Civil e da Corregedoria da PM do Rio de Janeiro apontam que Ferreira e Vieira perseguiram os menores, que foram acusados de estarem praticando furtos no centro da cidade, e que ambos foram capturados em pouco mais de dez minutos.

O GPS instalado no carro dos policiais revelou que o veículo passou em frente à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, mas não parou para averiguação dos menores e seguiu para o Morro do Sumaré.

No local, os dois adolescentes foram baleados. Alves morreu e o outro foi ferido nas pernas e nas costas, mas permaneceu imóvel até que os policiais fossem embora. Em seguida, ele pediu ajuda a uma comunidade vizinha e comunicou o ocorrido aos familiares do jovem assassinado.

Tags: assassinato, jovem, policiais, RJ, sumaré

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.