Jornal do Brasil

Sábado, 29 de Novembro de 2014

Rio

Polícia Civil pede imagens de câmera de viatura na qual foi presa repórter

Agência Brasil

A  17ª Delegacia Policial (DP), em São Cristóvão, pediu à Polícia Militar (PM) imagens da câmera instalada na viatura na qual foi presa ontem (15) a repórter Vera Araújo, do jornal O Globo. A jornalista foi presa pelo sargento PM Edmundo Faria, quando tentava filmar policiais que detiveram um torcedor argentino que, segundo eles, estava urinando na rua, na Quinta da Boa Vista.

Nota divulgada nesta tarde pela 17ª DP informa que testemunhas do caso estão sendo ouvidas. “Ontem, a jornalista foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito. A jornalista e o policial militar prestaram depoimento na noite de domingo”, diz a nota.

Também em nota divulgada nesta tarde, a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) repudia a prisão da jornalista Vera Araújo. Para a Abraji, foi uma prisão “injustificada sob todos os aspectos, configurando um grave atentado à liberdade de expressão". De acordo com a associação, as agressões verbais e física devem ser punidas exemplarmente pelo comando da Polícia Militar, que, em nota, diz considerar o trabalho da imprensa "fundamental para a garantia da democracia".

A Abraji ressalta que o material de trabalho de um jornalista não deve ser apreendido em nenhuma hipótese. "Tal atitude é típica de contextos autoritários e censores, em que revelar qualquer fato diverso do que o Estado pretende mostrar é considerado crime”, diz ainda o comunicado.

Tags: Atos, globo, prisão, protestos, repórter

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.