Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Rio

Vigilantes decidem pela continuação da greve, que já dura mais de 40 dias

Jornal do Brasil

Em assembleia realizada nesta sexta-feira (6) na Candelária, no Centro do Rio, os vigilantes  decidiram manter a greve iniciada no dia 24 de abril por melhores condições de trabalho e salário. “Até o momento o sindicato das empresas não apresentou uma contraproposta que fosse além dos 8% oferecidos e R$ 13 no tíquete refeição”, disse o vice-presidente do Sindicato dos Vigilantes do Rio (SindVig), Antônio Carlos Oliveira.

>>Vigilantes esperam decisão do TRT e bancos atendem de forma arbitrária

Os vigilantes esperam a posição do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) sobre a legalidade da greve e as demandas dos trabalhadores. O Ministério Público do Trabalho (MPT) já se posicionou sobre a greve dos vigilantes e agora o processo está no TRT, onde o relator do caso, o desembargador Rogério Lucas Martins, vai dar seu parecer e depois levar a decisão para um colegiado, que decidirá sobre a legalidade da greve e sobre o reajuste. O TRT não informou quando as demandas serão votadas, mas os vigilantes estão confiantes que será logo.

"A expectativa é que saia algo próximo do que pedimos que é uma pauta razoável, não é os 40% que os motoristas pedem, por exemplo", comenta Cláudio José Alves, assessor do SindVig. "Nas últimas reuniões que aconteceram no TRT, a procuradoria da justiça do trabalho estava a favor da greve, então estamos confiantes", completou. 

Em assembleia, vigilantes decidem manter a greve enquanto esperam decisão do TRT
Em assembleia, vigilantes decidem manter a greve enquanto esperam decisão do TRT

 Os vigilantes querem 10% de reajuste e R$ 20 no tíquete refeição. Também querem o pagamento do adicional de risco de vida junto com o de periculosidade, pago desde janeiro último. Os trabalhadores também reivindicam plano de saúde pago pelas empresas e diária para os vigilantes que vão trabalhar nos grandes eventos, como a Copa do Mundo, de R$ 180.

 

Tags: acordo, assembléia, greve, Rio, sindvig, trt, vigilantes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.