Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

Rio

Vários protestos contra a Copa devem ocorrer no dia da abertura

O jogo de estreia da Copa do Mundo é no dia dos namorados (12)

Jornal do Brasil

O movimento “Copa na Rua” convoca, via Facebook, aqueles que são contra “os abusos cometidos em nome da Copa do Mundo”, para um protesto no dia 12. O ato “Nossa Copa na Rua” acontece às 10h, na Candelária, saindo ao meio-dia em direção à Lapa.

Na descrição do evento, os organizadores se manifestam: “Tem gente dizendo que ir às ruas durante a Copa é torcer contra o Brasil! É mole? É justamente o contrário. Todo mundo sabe que as empreiteiras, a Fifa, as empresas patrocinadoras e alguns políticos ganharam muito com a Copa. O povo ficou de fora. Por isso, nossa Copa vai ser na rua!”. Também colocam pontos da sua pauta que incluem um Maracanã público e popular e o fim das remoções de comunidades para abrigar obras.

>> Passeata e futebol

>> Grupo lembra "Copa das Mortes" e protesta na casa de Marin

Outro evento que acontece no mesmo dia, em Copacabana, é o “Não vai Ter Copa”, organizado pela Frente Independente Popular. O grito “não vai ter Copa” surgiu nas ruas, durante os protestos populares de junho de 2013, deflagrados pelo aumento das passagens de ônibus. Na página do evento, na rede social, é explicado as pautas do evento, que também incluem as remoções populares, além dos “elefantes brancos” , as obras caras e ineficientes além da elitização nos estádios e repressão nos protestos.

Ainda neste dia, o Fórum de Combate a Violência contra as Mulheres se reúne com o Copa na Rua, na Candelária, às 10h, se posicionando como uma ala feminista no evento. O Fórum tem como objetivo “a construção de estratégias conjuntas para o enfrentamento a todas as formas de violência contra as mulheres, combatendo o machismo, o racismo e a lesbofobia”. Eles pedem para os manifestantes se vestirem de lilás.

Um protesto inusitado também está fazendo sucesso no Facebook, com mais de 40 mil pessoas confirmadas. É o “Vai ter cópula”, idealizado pelo Coletivo Vinhetando. Eles pedem para que, durante a estreia da seleção na Copa, os brasileiros desliguem a TV e façam sexo. 

Tags: abertura da copa, Copa, copa na rua, Facebook, manifestação, não vai ter copa, protestos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.