Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Rio

Transatlântico atraca em píer do Rio com mais de 4 mil turistas

Agência Brasil

Mais de 4 mil turistas desembarcaram hoje (6) no Píer Mauá, na zona portuária do Rio. A maioria veio ao Brasil para acompanhar os jogos da Copa do Mundo, que começam no próximo dia 12. Um grupo de mexicanos, que vai seguir no navio para Santos na madrugada de amanhã (7), era o mais animado e cantava músicas e hino de seu país. Os turistas chegaram no transatlântico MSC Divina, vindo de Miami, nos Estados Unidos.

As pessoas que tentavam deixar o píer sem carros ou vans fretadas, no entanto, encontraram dificuldades para conseguir um táxi. Alguns controladores de trânsito da Companhia de Engenharia de Tráfego auxiliavam os turistas e chamavam os táxis que passavam na Avenida Rodrigues Alves, principal via da zona portuária da cidade.

O gerente de operações do Píer Mauá, Alexandre Gomes, informou que o próximo navio a atracar será o Monarch, que vem do Caribe, e chega no dia 14. Além disso, o cais vai receber também um dos maiores iates do mundo, cujo nome e a nacionalidade do proprietário não foram divulgados. As três embarcações serão responsáveis pela movimentação de 9,8 mil pessoas, além de deixar aproximadamente US$ 28 milhões no Rio de Janeiro.

“Esse navio tem capacidade de 4.100 passageiros e mais 1.500 tripulantes. Quando a gente trata como turista, a gente trata todo mundo. Porque o tripulante frequenta e usufrui da cidade tanto quanto os passageiros. Daqui ele vai direto para Santos, acaba de desembarcar os passageiros, embarca um pessoal novo, vai para Fortaleza e vai ficar fazendo vários portos do Brasil”, explicou.

Por causa da chegada dos turistas, a Receita Federal reforçou o esquema de revista de bagagens no desembarque do cruzeiro. Algumas vans do órgão ficaram no setor de desembarque com ferramentas para raio X de malas e mochilas das pessoas.

“É o trâmite regular de inspeção operacional. O processo que está sendo utilizado aqui é o mesmo utilizado regularmente durante a temporada de cruzeiros e é o mesmo processo do aeroporto. Ou seja, as pessoas passam pelo raio X da Receita Federal e pela imigração. É o processo regular tanto de segurança, quanto da questão aduaneira”, completou Gomes.

O chefe substituto do Núcleo de Polícia Marítima(NPM), da Polícia Federal, Eliseu Cardoso, disse que o Píer Mauá recebeu o reforço de 20 agentes e algumas embarcações para fortalecer a segurança no cais e impedir a entrada de produtos ilegais no Brasil.

“Um terminal de passageiros já tem os parâmetros pré-estabelecidos para atendimentos às embarcações. Esses parâmetros são muito rígidos e vão desde a segurança a bordo da embarcação como também do terminal. Tivemos um adicional de 20 agentes. Trabalhamos juntos com as outras instituições para elevar o nível de segurança do terminal”, explicou.

Os australianos James Puddledic, de 23 anos, e Luke Dellabosca, de 24 anos, disseram estar animados com a possibilidade de conhecer o Brasil durante a Copa do Mundo, mas admitiram que não acreditam que a Austrália passe da primeira fase da competição: “Nós estamos muito excitados. Nós somos da Austrália, mas não acreditamos que ela vá se sair muito bem. Porém estamos muito animados para conhecer outras culturas. Vamos seguir a Austrália em Curitiba, Porto Alegre. Temos ingressos para os três jogos da Austrália. Vamos torcer para Holanda e Brasil também”, afirmou Puddledic.

O MSC Divina ficará no Brasil durante toda a Copa do Mundo e retornará ao Rio três vezes, sendo que na última, dia 15 de julho, dois dias após o fim do Mundial, fará o caminho de volta aos Estados Unidos. Já o navio Monarch ficará atracado no Píer Mauá entre os dias 14 e 22 deste mês.

Tags: copa do mundo, cruzeiros, npm, receita federal, Rio, turistas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.