Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Rio

Morre no Rio o doutor Antônio Luiz de Medina

Ele era membro da Academia Nacional de Medicina

Jornal do Brasil

Morreu nesta segunda-feira (2) o médico e professor Antônio Luiz de Medina, um dos membros mais queridos da Academia Nacional de Medicina, instituição da qual também foi presidente entre os anos 2005 e 2007.

Medina era um dos mais renomados angiologistas do país. Nasceu em Salvador, BA, em 1928 e se formou em medicina em 1952 pela Faculdade Nacional de Medicina, da Universidade do Brasil (atual UFRJ). Foi membro titular da Academia Nacional de Medicina desde 1988 e presidente da secção de cirurgia no biênio 1993-1995.

Antonio Luiz de Medina foi responsável pelo Departamento de Doenças Vasculares Periféricas do Hospital Pedro Ernesto, Rio de Janeiro (1969-70); chefe do serviço de angiologia do mesmo hospital (1961-67); chefe do serviço de cirurgia vascular do Hospital do Iaserj (1967-92); assessor especial de saúde da prefeitura do Rio de Janeiro (1991-92); secretário de estado de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (1995-96); professor titular de pós-graduação em cirurgia vascular e endovascular da PUC-RJ; membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e emérito da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular; "Fellow" do Colégio Americano de Cirurgiões.

O acadêmico recebeu ainda as seguintes condecorações: as medalhas José Bonifácio da Uerj; Tiradentes, da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro; do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro; medalha de Mérito D. João VI da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro; da Ordem do Mérito René Fontaine em Cirurgia Vascular; Paulo Samuel Santos - Cirurgia Vascular; Clementino Fraga, do Governo do Estado do Rio de Janeiro; a Espátula do Núcleo Central do Colégio Brasileiro de Cirurgiões; a insígnia da Inconfidência do Governo do Estado de Minas Gerais, Diploma de Honra ao Mérito do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Medalha da Academia Portuguesa de Medicina.

O corpo de Medina será velado a partir das 14 horas desta segunda-feira na Academia Nacional de Medicina, e será cremado na terça-feira, no Cemitério do Caju.

Tags: Academia, medicina, médico, medina, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.