Jornal do Brasil

Sábado, 29 de Novembro de 2014

Rio

Pezão acumula R$ 735,5 mil com nova multa por propaganda antecipada 

Jornal do Brasil

O governador Luiz Fernando Pezão, o ex-governado Sérgio Cabral e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) foram multados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio, na sessão desta segunda-feira (26), em R$ 324,877 mil cada, por propaganda eleitoral antecipada. Nos dias 3 e 5 de março, as sete inserções da propaganda partidária do PMDB na TV foram utilizadas para promoção pessoal de Cabral, além de indicar Pezão como seu sucessor. Com a decisão, Pezão já acumula R$ 735,521 mil em multas no TRE-RJ. 

O partido ainda foi punido com a cassação da propaganda partidária do próximo ano, no total de cinco vezes o tempo das inserções irregulares. Cabe recurso da decisão ao TSE, em Brasília.

Na propaganda, o pré-candidato ao Senado e então governador Sérgio Cabral elogiava suas realizações nos transportes e na saúde, enquanto o então vice-governador Pezão afirmava que "a gente não vai retroceder". 

Para o relator do processo, o corregedor regional eleitoral Alexandre Mesquita, "os dois notórios candidatos enalteciam os oito anos de sua gestão", configurando desvio de finalidade da propaganda partidária gratuita, que deve se limitar a apresentar os princípios e programa dos partidos.

Tags: eleitoral, Governo, regional, Rio, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.